Manchester United, campeão da Europa League 2016/17

Nove anos depois de seu último título internacional, os torcedores do Manchester United enfim voltaram a soltar o grito de campeão, e agora, podem se dar ao luxo de dizer que a sala de troféus do clube está completa, afinal, a taça da Europa League era a única que ainda não fazia parte da vasta coleção de títulos do time inglês. Isso graças a excelente temporada de José Mourinho, que logo em seu primeiro ano à frente dos Red Devils (apelido do Manchester United), foi capaz de conquistar três canecos.
Após complicar-se na Premier League (campeonato inglês), o grande objetivo do Manchester United era vencer a Europa League, tudo porque os Red Devils sonhavam com a tão almejada vaga para a próxima edição da Champions League. Foi com esse pensamento, que os jogadores do United entraram no gramado da Friends Arena para encarar o Ajax, dono de um poderoso e veloz ataque, composto pelos habilidosos pontas Bertrand Traoré e Amin Younes, além da jovem revelação dinamarquesa Kasper Dolberg. Por incrível que pareça, o que vimos desde o minuto inicial até o segundo final do confronto, foi os ingleses anularem todas as ações do conjunto holandês, que chegaram pouquíssimas vezes ao gol de Romero, inclusive, a impressão que dava é que se o jogo durasse 500 minutos, o Ajax não conseguiria marcar um gol sequer. Enquanto isso, o Manchester United aproveitou as duas oportunidades que teve, a primeira delas com o francês Paul Pogba logo aos 18 minutos do primeiro tempo. Já na etapa complementar, Henrikh Mkhitaryan ampliou o marcador aos 3 minutos, dando números finais ao embate, e levando a loucura os milhares de torcedores vermelhos que invadiram a capital sueca.

blog
Os Red Devils não imaginavam que a final da Europa League contra o Ajax fosse ser tão tranquila.

Podemos atribuir os méritos desta conquista a José Mourinho, digo isso pois o experiente treinador armou o Manchester United extremamente pragmático no 4-2-3-1, com um meio-campo bastante povoado, que se defende melhor do que ataca, e que sem a bola, atua no 5-4-1. Na minha opinião, a filosofia do técnico português é baseada na utilização de volantes que sabem propor o jogo, como é o caso de Paul Pogba, Ander Herrera e Marouane Fellaini. Além deles, os pontas são instruídos a recompor a linha do meio, ou seja, são orientados a marcar a subida dos laterais adversários, auxiliando o time tanto no ataque quanto na defesa. Outra virtude dos Red Devils durante a longa temporada foi o ótimo aproveitamento nas bolas paradas, praticada de maneira incessante por José Mourinho. Atualmente, ganhar do Manchester United de José Mourinho é uma tarefa muito complicada, não à toa, o Ajax que tem como maior virtude as rápidas jogadas pelo lado do campo, triangulações, intensidade, e marcação pressão na saída de bola, praticamente não chegou ao gol dos ingleses, sucumbindo diante dos Red Devils. Curiosamente, o último título internacional conquistado pelo Manchester United (Champions League 2007/08) ocorreu na época em que o time era comandado pela lenda Alex Ferguson, antigo rival de José Mourinho quando o mesmo ainda treinava o Chelsea.

blog
Admirado por uns e criticado por outros, você pode gostar ou não de José Mourinho, só não pode descordar de uma coisa, o cara é um verdadeiro campeão.

Fazendo um breve balanço da temporada do Manchester United, podemos considerar que o clube mais glorioso da Terra da Rainha teve um ótimo desempenho. Para quem não sabe, este foi o terceiro título do time na atual época, lembrando que os pupilos de José Mourinho já haviam conquistado a Supercopa da Inglaterra, a Copa da Liga Inglesa, e agora a Europa League. Na Premier League, a modesta sexta posição, com uma campanha repleta de empates (15 no total) mostra que a equipe é melhor em competições de mata-mata do que de pontos corridos, porém o grande objetivo dos Red Devils era retornar ao caminho dos triunfos, e isso no final foi o que realmente aconteceu. O alto investimento feito pela diretoria dos Red Devils em contratações de jogadores pelo menos deu resultado, tanto que os gols decisivos da final de ontem contra o Ajax foram marcados por Paul Pogba e Henrikh Mkhitaryan, dois atletas que chegaram no inicio da temporada. Como venceu a Europa League, o Manchester United ganhou também o acesso direto à fase de grupos da Champions League 2017/18, por conta disso, prevemos que novas estrelas desembarcarão em Old Trafford. Por outro lado, acredito que a lesão no joelho do craque sueco Zlatan Ibrahimovic, no duelo diante do Anderlecht, pelas quartas de finais da Europa League, tenha sido com certeza o momento mais triste vivido pelo United.

blog
Apesar de ter feito o primeiro gol do Manchester United contra o Ajax na final da Europa League, o volante Paul Pogba foi bastante criticado por torcedores do United ao longo da temporada. O francês fecha seu primeiro ano em Old Trafford com 11 gols na bagagem.

A longa temporada literalmente chegou ao fim para José Mourinho e logicamente para o Manchester United, que volta às atividades apenas no mês que vem. O que resta no momento é resolver se o time ficará ou não com o atacante Wayne Rooney, cujo contrato termina em junho. Segundo alguns portais ingleses, esta foi a última partida do camisa 10 com a camisa do United, porém a diretoria sofre uma grande pressão por parte de torcedores, que pedem a renovação do contrato do atleta de 31 anos. Já um nome que surgiu forte nos corredores do Old Trafford é o de Antoine Griezmann, do Atlético Madrid, um desejo antigo dos Red Devils. O francês tem contrato com o time espanhol, mas o Manchester United não poupará esforços para trazer o jogador, ainda mais agora que participará da Champions League e por isso, terá mais dinheiro em caixa, relembrando que a multa para tirá-lo da equipe comandada por Diego Simeone é de 100 milhões de euros. Para finalizar, outro assunto que está dando o que falar é a possível aposentadoria de Zlatan Ibrahimovic, que segue se recuperando da grave lesão no joelho e a data de seu retorno aos gramados ainda é incerta. Este tema ainda é uma incógnita, pois nem mesmo o sueco de 35 anos de idade decidiu o seu futuro. São todas pendências que serão resolvidas pelo treinador José Mourinho, mas isso somente depois das férias de verão, afinal, ninguém é de ferro.

 

Deixar um comentário

Menu