Funebreros em festa

Toda a comunidade de General San Martín acordou em êxtase na manhã desta segunda-feira, isso porque após o empate por 1 a 1 diante do campeão Argentinos Juniors, o Chacarita Juniors retornará à elite do futebol argentino, sete anos depois de seu rebaixamento para a Primera B (Segunda Divisão do Campeonato Argentino).
Um domingo histórico, assim podemos definir o dia 30/07/2017 para todos os funebreros (apelido dos torcedores do Chacarita Juniors). Digo isso pois o Chacarita Juniors, tradicional equipe argentina, fundada no ano de 1903, e situada no bairro General San Martín, na grande Buenos Aires, entrou no gramado do estádio Chacarita Juniors, que estava completamente lotado, precisando de uma vitória frente o Argentino Juniors, para garantir seu retorno à Primera A (Primeira Divisão) sem depender do resultado do duelo entre Guillermo Brown (3º colocado) e Boca Unidos (20º colocado). Curiosamente, a última rodada reunia o atual líder (Argentinos Juniors) contra o vice-líder (Chacarita Juniors) da competição, aspecto que tornava ainda mais difícil a missão dos Funebreros, que tinham como única vantagem, o fato de atuar diante de sua torcida.
Como já era esperado, o embate foi bastante equilibrado, com ambas equipes lutando incansavelmente em cada lance disputado, até que aos 26 minutos do primeiro tempo, Javier Cabrera abriu o placar para os visitantes, causando total desespero nos torcedores funebreros. Mas o empate veio pouco mais de dez minutos depois, quando o artilheiro Rodrigo Salinas, de pênalti, igualou novamente o marcador. Jogando com mais cautela, até por conta do anseio de sofrer uma derrota, os comandados de Walter Coyette fizeram valer o regulamento na etapa final, e com a confirmação do empate por 0 a 0, do Guillermo Browm contra o Boca Unidos, o Chacarita Juniors pode enfim comemorar o tão aguardado acesso.

Com incríveis 30 gols marcados, o atacante Rodrigo Salinas foi o maior goleador do futebol argentino na temporada 2016/17.
Com incríveis 30 gols marcados, o atacante Rodrigo Salinas foi o maior goleador do futebol argentino na temporada 2016/17.

Mas quem pensa que foi fácil para o Chacarita Juniors conquistar o tão almejado acesso, está completamente enganado, porém só mesmo o treinador Walter Coyette sentiu na pele todas as adversidades encontradas pelos funebreros durante a longa temporada. No entanto, o conjunto de San Martín, através de muita garra, trabalho e determinação, superou todas as dificuldades, tanto é que encerrou sua participação na vice-liderança da classificação geral com 77 pontos ganhos, colecionando 22 vitórias, 11 empates e 11 derrotas em 44 partidas disputadas pela Primera B. Vale ressaltar ainda que o Chacarita Juniors marcou o total de 57 gols e foi vazado em 40 oportunidades, obtendo 70% de aproveitamento como mandante, enquanto como visitante alcançou a marca de 47% de aproveitamento. Depois de um primeiro turno bastante irregular, o time de Walter Coyette melhorou sua performance no segundo turno, principalmente no sprint final do torneio, detalhe que na minha opinião, foi fundamental para o retorno da equipe ao patamar mais alto do futebol argentino.

O jovem treinador Walter Coyette, de 41 anos, foi o responsável pelo retorno do Chacarita Juniors à Primeira Divisão.
O jovem treinador Walter Coyette, de 41 anos, foi um dos maiores responsáveis pelo retorno do Chacarita Juniors à Primeira Divisão.

O principal nome do Chacaritas Juniors foi sem sombra de dúvidas o atacante Rodrigo Salinas, que com o gol marcado diante do Argentinos Juniors na partida de ontem, atingiu a incrível marca de 30 gols marcados na Primera B, tornando-se não só artilheiro da Segunda Divisão, mas também o maior goleador do futebol argentino na temporada, desbancando até mesmo os badalados Dario Benedetto e Sebastián Driussi, do Boca Juniors e River Plate, respectivamente. Além do mais, Rodrigo Salinas conseguiu a façanha de bater outro recorde histórico pelo clube de San Martín, me refiro ao fato de ter se tornado o maior artilheiro dos funebreros em um único torneio, superando assim, o uruguaio Eduardo Restivo, que era o líder neste quesito com 29 gols feitos na Primera B de 1959. Não à toa, Salinas vem recebendo constantes propostas tanto de equipes da Primeira Divisão argentina quanto de times do exterior, inclusive um dos interessados é o Botafogo, portanto, apesar do atleta repetir reiteradamente que o seu desejo é permanecer no Chacarita Juniors, acredito que dificilmente os funebreros conseguirão segurá-lo.

Formação do Chacarita Juniors de Walter Coyette, que joga no tradicional 4-4-2.
Formação atual do Chacarita Juniors de Walter Coyette, que joga no tradicional esquema 4-4-2.

Com 111 anos de existência, o Chacarita Juniors conquistou seu sétimo acesso para a Primeira Divisão ao longo de sua trajetória. O time também conseguiu subir para a elite do futebol argentino nos anos de 1924, 1941, 1959, 1983, 1999 e 2009. Um fato interessante, é que o treinador Walter Coyette esteve na última promoção dos funebreros em 2009, porém como jogador, por isso podemos considerar esse, como o seu segundo acesso de Coyette pelo clube de San Martín. O campeão Argentinos Juniors, dirigido pelo ex-atleta, Gabriel Heinze também garantiu sua vaga na próxima edição da Primera A, afinal, foi o grande campeão da Segunda Divisão com 88 pontos, onze à frente do vice-colocado. Os torcedores funebreros amanheceram em festa na manhã desta segunda-feira, e assim devem permanecer por muitos dias, diferentemente do presidente Horacio Fernández e de todo o departamento da futebol do Chacarita Juniors, que já iniciaram hoje o planejamento para a próxima temporada. Além de sofrer com um enorme assédio pelo atacante Rodrigo Salinas, como citei anteriormente, o conjunto tricolor precisa urgentemente encontrar um substituto para o mela Nicolás Oroz, uma das principais peças de Coyette, que após dois anos emprestado ao Chacarita Juniors, retornará ao Racing, a pedido do treinador da Academia (apelido do Racing), Diego Cocca. A missão de evitar um desmanche será realmente complicada para a equipe de San Martín, que novamente terá de se desdobrar para não fazer feio em sua reestreia na Primeira Divisão do Campeonato Argentino.

 

Deixar um comentário

Menu