Suécia x Itália

Chegou o tão aguardado momento, a última chance das seleções garantirem uma vaga na Copa do Mundo da Rússia em 2018, ou seja, a hora da disputa das temíveis repescagens. E na tarde desta sexta-feira, teremos o embate entre dois tradicionais selecionados do futebol europeu, me refiro ao duelo entre Suécia x Itália, que realizarão o jogo de ida na Friends Arena, em Estocolmo, a partir das 17:45 (horário de Brasília).
O fato da Suécia ter se classificado para disputar a repescagem das Eliminatórias europeias da Copa de 2018, já é considerado um grande feito para a seleção nórdica, afinal, os suecos terminaram a fase de grupos do torneio na vice-liderança do grupo A com 19 pontos, deixando para trás a poderosa Holanda. Colecionando 6 vitórias, 1 empate e 3 derrotas na competição, a Blagult realizou uma campanha idêntica a dos holandeses, obtendo 63,3% de aproveitamento, e só se qualificaram graças ao ótimo saldo de gols (17 contra 9 da Holanda), portanto não nos restam dúvidas de que a goleada de 8 a 0 aplicada pelos suecos sobre o combinado de Luxemburgo, foi determinante para a qualificação dos pupilos de Jan Andersson, que avançaram de fase mesmo com a derrota sofrida para a Holanda por 2 a 0 na última rodada da competição. O único desfalque da Suécia para a decisão diante da Itália, será o lateral-direito Mikael Lustig, que está suspenso por acumulo de cartões amarelos.

Jimmy Durmaz recuperou-se a tempo de uma lesão. No entanto, o meia sueco deverá entrar em campo apenas na segunda etapa pois não está 100% bem fisicamente.
Fora de combate desde setembro por causa de uma lesão, o sueco Jimmy Durmaz treinou normalmente com o restante do grupo esta semana. No entanto, o meia deverá entrar em campo apenas na segunda etapa pois não está 100% bem fisicamente.

Do outro lado, a tetracampeã mundial Itália desembarca em Estocolmo sabendo que terá pela frente uma verdadeira decisão diante da Suécia. Vice-colocada do grupo G das Eliminatórias europeias com 23 pontos ganhos, a Azzurra encerrou sua participação na primeira fase do torneio cinco pontos atrás da líder Espanha, contabilizando 7 vitórias, 2 empates e 1 derrota na competição, registrando assim 76,7% de aproveitamento. Vale ressaltar que os espanhóis foram o grandes algozes dos italianos nessas Eliminatórias, pois os comandados de Giampiero Ventura não venceram os dois confrontos contra a Fúria na fase anterior, empatando em casa (1 x 1) e perdendo fora de seus domínios (3 x 0), resultados que certamente determinaram a ida da Azzurra para a repescagem. O maior nome da seleção italiana na atualidade é Ciro Immobile, que só nesta temporada já balançou as redes adversárias 14 vezes em onze jogos pelo Calcio, por isso as esperanças dos italianos estão todas depositadas no atacante da Lazio. O jogador Simone Zaza abandonou o penúltimo treino da seleção da Itália por conta de uma lesão no joelho esquerdo, e dependendo da gravidade dessa contusão, ele não poderá encarar a Suécia na Friends Arena.

Com 38 anos de idade, o goleiro Gianluigi Buffon mantém vivo o sonho de disputar a última Copa do Mundo de sua vitoriosa carreira.
Com 39 anos de idade, o goleiro Gianluigi Buffon mantém vivo o sonho de disputar a última Copa do Mundo de sua vitoriosa carreira.

O registro histórico do confronto aponta que ambas seleções se enfrentaram 22 vezes ao longo da história, e a vantagem é da Itália que soma 10 vitórias mediante 6 triunfos da Suécia, à medida que o empate prevaleceu em 6 ocasiões. O encontro mais recente entre os dois selecionados, ocorreu pela Eurocopa 2016, no ano passado, recordando que os combinados estavam situados no grupo E do torneio, e na ocasião, a Itália bateu a Suécia pelo placar mínimo, graças ao gol do jogador ítalo-brasileiro Éder, aos 43 minutos da etapa final. Aliás, os italianos mantém um ótimo retrospecto frente aos suecos, tanto é, que a Squadra Azzurra está invicta há exatos cinco jogos diante da Blagult, registrando quatro vitórias e um empate neste período. Para se ter ideia, a último triunfo dos nórdicos sobre a Itália, foi em 1998, em partida amistosa que terminou 1 a 0 a favor da Suécia. Todavia, em território sueco, o conjunto escandinavo perdeu somente um dos últimos oito jogos contra os italianos (4 vitórias, 3 empates e 1 derrota).

A Suécia que na época ainda contava com Zlatan Ibrahimovic, perdeu seu último jogo contra a Itália (1 x 0), na Eurocopa 2016.
A Suécia que na época ainda contava com Zlatan Ibrahimovic no time, perdeu seu último jogo contra a Itália (1 x 0), válido pela Eurocopa 2016.

Suécia (4-4-2): Olsen; Augustinsson, Granqvist, Lindelof e Krafth; Forsberg, Ekdal, Johansson e Larsson; Berg e Toivonen. Técnico: Jan Andersson.

Itália (4-4-2): Buffon; Darmian, Bonucci, Chiellini e Florenzi; Insigne, Veratti, De Rossi e Candreva; Belotti e Immobile. Técnico: Giampiero Ventura.

Os primeiros noventa minutos do duelo entre suecos e italianos nos reserva uma grande dose de emoção, afinal, ambos sonham em disputar o Mundial no ano que vem, por este motivo seguramente teremos uma batalha em campo. O fato da Suécia jogar em casa, aonde a equipe obtém uma excelente performance, faz dos anfitriões os favoritos à vitória. Foi diante de sua torcida que os Blagult derrotaram a França, atual vice-campeã europeia por 2 a 1, além de golearem a Eslováquia por 6 a 0, a Bielorrússia por 4 a 0 e Luxemburgo por 8 a 0, portanto encará-los em Estocolmo é uma tarefa bastante indigesta. Já a Itália, realizou uma boa campanha nas Eliminatórias sendo superada somente pela Espanha, contudo, os demais concorrentes do grupo eram fraquíssimos, desta maneira é correto afirmar que a Azzurra foi batida pelo único adversário de maior expressão com o qual se confrontou. Entretanto, jamais poderíamos deixar de acreditar no conjunto italiano, quatro vezes campeão mundial, e dono de uma camisa extremamente pesada, e cai entre nós, nestes momentos decisivos o fator tradição com certeza ajuda demais. Dentro das quatro linhas acredito em um embate disputadíssimo, equilibrado, com dois times bem armados no 4-4-2, o que nos leva a entender que o resultado final do jogo terminará empatado e saberemos apenas na próxima segunda-feira (jogo de volta) quem estará na Rússia em 2018.

 

Deixar um comentário

Menu