Manchester City, campeão inglês 2017/18

Após a dura eliminação para o Liverpool nas semifinais da Champions League, além da derrota frente o Manchester United na rodada passada da Premier League, enfim o Manchester City teve motivos para voltar a sorrir, afinal, os Citizens consagraram-se campeões ingleses da temporada 2017/18, e detalhe, com cinco rodadas de antecedência, algo que apenas comprova que a equipe sobrou em relação aos demais concorrentes da competição.

A confirmação do título do Manchester City veio realmente da forma mais inusitada, isso porque depois dos pupilos de Pep Guardiola baterem o Tottenham por 3 a 1 em pleno estádio de Wembley no sábado, a conquista só viria caso o Manchester United, vice-líder do campeonato, fosse superado pelo West Bromwich em seus domínios no domingo, logo, todos apostavam que o City seria campeão na próxima rodada. Mas para a surpresa de todos, o conjunto de José Mourinho conseguiu a proeza de perder do lanterninha da liga, que não vencia há dez jogos, por 1 a 0 no Old Trafford.

Embora o Manchester City tenha conquistado a Premier League com a ajudinha do rival Manchester United, o título dos Citizens é inquestionável, basta analisarmos os números da equipe. Ocupando a ponta isolada da tabela com 87 pontos, o City coleciona 28 vitórias, 3 empates e duas derrotas em 33 partidas disputadas, atingindo 87,9% através desta campanha. Além disso, o esquadrão de Pep Guardiola é dono tanto do melhor ataque (93 gols marcados) quanto da melhor defesa (25 gols sofridos) da competição. Para se ter uma ideia, a distância dos líderes para o vice-colocado (Manchester United) é de dezesseis pontos, isto posto, fica evidente porque a taça chegou ao Etihad Stadium com cinco rodadas de antecedência.

Jamais poderíamos deixar de mencionar o excelente trabalho desenvolvido por Pep Guardiola, que logo em sua segunda temporada sob o comando do City já foi capaz de levá-lo ao título da Premier League, título esse, que a equipe não conquistava desde a edição 2013/14 do torneio. Com mais este feito em sua carreira, Guardiola entrou ao seleto hall de treinadores que venceram três das cinco principais ligas europeias, pois o técnico espanhol tem no currículo os troféus da La Liga (Barcelona), da Bundesliga (Bayern Munique), e agora o da Premier League (Manchester City). Anteriormente, somente o italiano Carlo Ancelotti e o português José Mourinho haviam alcançado tal façanha.

Os Citizens tornaram-se campeões ingleses pela quinta vez na história, visto que nas temporadas 1936/37, 1967/68, 2011/12 e 2013/14 eles também haviam vencido a competição. Desta maneira, o City permanece atrás somente do Manchester United (20), Liverpool (18), Arsenal (13), Everton (9), Aston Villa (7), Sunderland (6) e Chelsea (6). Já na era Premier League, que teve início no ano de 1992, o Manchester City se junta ao Arsenal que também conta com três taças na bagagem, sendo superado apenas pelo Manchester United (13) e pelo Chelsea (5).

Se você acha que a Premier League acabou para o Manchester City, você está completamente enganado, pois o objetivo dos comandados de Pep Guardiola a partir de agora, é bater mais recordes. Restando cinco rodadas para o término do torneio, o City lutará para ser a equipe com maior número de vitórias na liga (30 vitórias, ele tem 28), manter a maior vantagem em relação ao vice-colocado (18 pontos, ele está com 16), maior saldo de gols (71 gols, ele computa 68), melhor ataque da competição (103 gols, ele marcou 93), e maior soma de pontos conquistados (95 pontos, ele registra 87). Por essas e outras, vale muito a pena acompanharmos os campeões ingleses nesta reta final do campeonato!

 

Deixar um comentário

Menu