O discípulo de Klopp

Foram longos e árduos quarenta e cinco anos para que o Huddersfield Town enfim voltasse à elite do futebol inglês, e para a alegria de todos os Terriers espalhados pelo mundo, o conjunto de West Yorkshire garantiu a sua permanência na Premier League com uma rodada antes do término do campeonato. O grande responsável pelo sucesso do Huddersfield Town é o treinador David Wagner, um verdadeiro discípulo de Jurgen Klopp, que tornou-se um ícone no clube.

Quando David Wagner chegou ao John Smith’s Stadium, em novembro de 2015, poucos acreditavam que o treinador alemão naturalizado norte-americano, seria capaz de levar o Huddersfield Town novamente à Premier League, ainda mais depois que os Terriers encerraram sua participação na 19ª posição da Championship League (segunda divisão) 2015 /16, conquistando somente oito triunfos em 25 partidas disputadas pela competição. No entanto, jamais poderíamos deixar de mencionar que David Wagner assumiu a equipe com a temporada a todo vapor, substituindo o ex-treinador Chris Powell.

Já na temporada seguinte, as coisas mudaram totalmente de rumo, afinal, através de um trabalho bastante intenso, David Wagner conseguiu a façanha de conduzir o Huddersfield Town à primeira divisão após 45 anos. O segredo do novato treinador foi realizar a pré-temporada do clube na Suécia, concentrando todos os jogadores em um lugar sem acesso a internet, sem eletricidade, sem cama e sem sinal telefônico, lembrando que a delegação permaneceu três dias nesta localidade. Assim, enquanto todos na Europa acompanhavam a Eurocopa 2016, o Huddersfield Town se preparava para disputar a Championship League, visando logicamente subir para a Premier League.

Devido a essa inusitada experiência, David Wagner uniu todos os jogadores, e desta forma, o time tricampeão inglês na década de 20 retornou ao primeiro escalão do futebol inglês, depois de superar o Sheffield Wednesday e o Reading nos playoffs da Championship League. O que mais chamou a atenção no Huddersfield Town foi a maneira da equipe atuar dentro de campo, através de uma filosofia de jogo que dá ênfase a posse de bola fundamentada em rápidas transações. Além disso, a intensidade é outra característica bem marcante dos Terriers, que costumam manter um ritmo frenético durante os noventa minutos de cada partida.

Se pararmos para analisar, estes são atributos semelhantes aos dos times comandados pelo treinador Jurgen Klopp. Esse fenômeno não é uma mera coincidência, visto que David Wagner dirigiu a equipe sub-23 do Borussia Dortmund entre os anos de 2011 a 2015, período em que conviveu diariamente com Jurgen Klopp, com quem já havia jogado junto no Mainz 05 no início da década de 90. Inclusive, o treinador do Liverpool convidou o conterrâneo para ser seu auxiliar em Anfield Road, porém o convite foi prontamente negado pois David Wagner tinha o desejo de consolidar a sua própria carreira como técnico.

A escolha do treinador de 46 anos de idade foi a correta, tanto é, que além de trazer os Terriers à Premier League, o discípulo de Jurgen Klopp conseguiu mantê-los lá por mais uma temporada . A confirmação da permanência do Huddersfield Town, veio na última quarta-feira, pela penúltima rodada do torneio, quando o time recém-promovido empatou com o Chelsea em pleno Stamford Bridge por 1 a 1. Com este resultado, o esquadrão de West Yorkshire chegou aos 37 pontos ganhos na tabela de classificação e não pode mais ser alcançado pelos concorrentes diretos na luta contra o rebaixamento. Méritos totais ao ótimo trabalho de David Wagner, que terá a oportunidade de continuar brilhando na principal liga nacional do planeta.

Deixar um comentário

Menu