Vexame no Parque dos Príncipes

O estádio Parque dos Príncipes foi palco de um dos maiores vexames do PSG nos últimos anos, já que o milionário esquadrão composto por Neymar, Kylian Mbappé, Edinson Cavani, Ángel Di María e companhia limitada, foi superado pelo modesto Guingamp, lanterninha da Ligue 1 na atual temporada. Este inesperado revés culminou com a eliminação dos parisienses da Copa da Liga Francesa, além da quebra de 44 jogos de invencibilidade da equipe.

Poucos ou nenhum torcedor em sã consciência presente na tarde de ontem no estádio Parque dos Príncipes, seria capaz de imaginar o que viria a acontecer com o Paris Saint-Germain. Isso porque o cenário era totalmente favorável aos anfitriões nas quartas de final da Copa da Liga Francesa, pois eles teriam pela frente o modesto Guingamp, equipe que ocupa a última colocação na tabela da Ligue 1 com míseros 11 pontos em 18 jogos disputados pela competição. Para se ter uma ideia, hoje, a diferença entre os atuais campeões franceses e o lanterninha do campeonato é de 36 pontos, logo, fica evidente que a superioridade dos parisienses é realmente avassaladora.

No entanto, como todos nós sabemos, o futebol é um dos únicos esportes do planeta aonde o pequeno pode derrotar o grande. E por incrível que pareça, novamente o imponderável entrou em campo, tanto é, que o Guingamp bateu o PSG por 2 a 1, e detalhe, de virada. Mesmo depois de saírem atrás do marcador devido ao gol de Neymar aos 17 minutos do segundo tempo, os pupilos de Jocelyn Gourvennec mostraram todo o seu poder de reação, e graças aos gols de Yeni Ngbakoto, aos 36 minutos, e de Marcus Thuram, aos 48 minutos da segunda etapa, ambos de pênalti, o Guingamp literalmente calou o Parque dos Príncipes.

Se redimiu: Marcus Thuram, autor do gol do pênalti que deu a vitória ao Guingamp, já havia perdido uma cobrança antes do gol de Neymar.
Se redimiu: Marcus Thuram, autor do gol do pênalti que deu a vitória ao Guingamp, já havia perdido uma cobrança minutos antes do gol de Neymar.

Este resultado determinou a quebra do jejum do Paris Saint-Germain atuando em seus domínios nesta temporada, dado que os parisienses não haviam perdido nenhum único jogo realizado no Parque dos Príncipes até aqui. Além disso, a equipe da capital não terá mais a oportunidade de erguer a taça da Copa da Liga Francesa pela sexta vez consecutiva, lembrando que desde 2014 até aqui, o PSG vinha faturando o título do torneio.

O treinador Thomas Tuchel foi apontado pela imprensa como um dos principais responsáveis pela precoce eliminação do PSG na Copa da Liga Francesa. Na entrevista coletiva pós-jogo, o técnico alemão até criticou a postura descompromissada de sua equipe dentro de campo, mas deu ênfase mesmo, em questionar a arbitragem do juiz Benoit Bastien, confira:

"Não jogamos com a fome necessária, mas é difícil perder este jogo com três penalidades sendo 
marcadas contra nós, acho um pouco estranho. Eles entraram três vezes na nossa área durante o 
jogo e foram marcados três pênaltis."

 

A última vitória do Guingamp sobre o PSG na capital francesa, havia sido em 2001 (3 x 1). Naquela oportunidade, o gol de honra dos parisienses foi marcado pelo atual treinador do Tottenham, Mauricio Pochettino.
A última vitória do Guingamp sobre o PSG na capital francesa, havia sido em 2001 (3 x 1). Naquela oportunidade, o gol de honra dos parisienses foi marcado pelo atual treinador do Tottenham, Mauricio Pochettino.

O revés diante do Guingamp deixou evidente a falta que o volante Adrien Rabiot faz ao time francês, que por sua vez, não tem um suplente à altura para ocupar esta posição. Para quem não sabe, Rabiot foi afastado pela diretoria do clube após não renovar o seu contrato, válido até o mês de julho deste ano. Por esta razão, o PSG estará ativo no mercado nesta janela de transferências (janeiro), em busca de um primeiro volante de qualidade, capaz de chegar e vestir a camisa da equipe. Rumores dão conta de que o brasileiro Allan, atualmente no Napoli, é o principal alvo do Paris Saint-Germain.

A alternativa encontrada por Thomas Tuchel no momento, enquanto este novo nome não chega, foi deslocar Marquinhos para aquela faixa do campo, porém o desempenho do time caiu drasticamente com a improvisação do brasileiro. Os outros volantes presentes no elenco são o italiano Marco Verratti, que atua mais avançado, além do veterano Lass Diarra, que não suporta mais jogar intensamente durante os noventa minutos de uma partida em virtude de seus 33 anos de idade.

A eliminação na Copa da Liga Francesa certamente não irá interferir em nada na estrondosa campanha do PSG na Ligue 1, visto que os parisienses permanecem isolados na ponta da tabela do campeonato com 47 pontos, treze à frente do vice-colocado, Lyon. O próximo compromisso do Paris Saint-Germain será no sábado, contra o Amiens, pela 20ª rodada da competição, ao passo que na semana seguinte, o conjunto parisiense voltará a enfrentar o temível Guingamp. Contudo, as oitavas de final da Champions League, terão início já em meados de fevereiro, então é bom a diretoria se mexer, antes que seja tarde demais!

 

 

 

 

Deixar um comentário

Menu