Niko Kovac, o novo comandante do Mônaco

Visando retomar o caminho das vitórias após uma jornada pra lá de frustrante na última temporada, o Mônaco anunciou oficialmente que Niko Kovac será o sucessor de Robert Moreno no comando técnico da equipe.

A temporada 2019/20 não deixou saudades aos torcedores do Mônaco, afinal, além do conjunto monegasco encerrar a Ligue 1 ocupando a modesta nona posição, ele decepcionou ao passar em branco também nas copas domésticas, isto é, desempenhos bastante abaixo das expectativas para o time que é dono do terceiro elenco mais valioso da França. No entanto, a pífia performance da equipe do Principado já era mesmo esperada, haja vista a série de equívocos cometidos pela diretoria, em especial pelo vice-presidente Oleg Petrov, desde a conquista do título francês em 2017.

Embora o time do Principado tenha ficado com o vice-campeonato francês na primeira temporada pós título, a distância de treze pontos em relação ao campeão, PSG, já dava indícios do declínio monegasco, muito em função do desmanche sofrido no plantel. Entretanto, foi mesmo na edição seguinte da competição que o Mônaco desceu ladeira abaixo, não à toa, a equipe na época comandada por Leonardo Jardim, terminou a Ligue 1 na 17ª colocação, ou seja, somente uma posição acima da zona do rebaixamento.

Vale ressaltar, que um dos principais motivos que quase causaram o rebaixamento do Mônaco na temporada 2018/19, foi a troca de técnicos realizada pelos monegascos em plena disputa da Ligue 1, lembrando que naquela ocasião, Leonardo Jardim foi demitido para a vinda do inexperiente Thierry Henry. Todavia, a sucessão de maus resultados fez com que a diretoria do clube do Principado recontratasse o treinador português depois de 104 dias de sua saída.

Com Leonardo Jardim iniciando novamente uma temporada à frente da equipe, o Mônaco não começou nada bem a sua caminhada na última edição da Ligue 1, tanto é, que a primeira vitória do time do Principado na competição, ocorreu somente na 7ª rodada da competição. Por esta razão, o treinador campeão francês em 2017 mais uma vez sucumbiu no cargo, dando lugar ao novato Robert Moreno, ex-auxiliar de Luis Enrique na seleção da Espanha.

Contudo, a passagem de Robert Moreno pelo Principado durou apenas treze jogos, visto que no início desta semana Niko Kovac foi anunciado como treinador do Mônaco. Depois de receber um não de Mauricio Pochettino, os monegascos chegaram rapidamente a um acordo com o técnico de 48 anos de idade, que por sua vez, assinou um vínculo contratual válido até 2023 junto ao seu novo clube. É importante enfatizar que o croata estava livre no mercado desde que deixou o Bayern Munique em novembro de 2019.

O Mônaco é um grande clube, com enorme tradição. Grandes jogadores passaram por aqui. Os últimos anos não foram tão bons, e todos nós queremos que o Mônaco volte ao topo da Ligue 1. Trabalharemos juntos e nosso objetivo é voltar ao cenário internacional o quanto antes. Teremos cinco semanas livres para trabalhar. Tenho certeza de que encontraremos as soluções certas para melhorar a equipe”, disse o técnico Niko Kovac.

Por fim, a verdade é que a chegada de Niko Kovac ao Luís II representa a união de um treinador que estava em baixa após uma tumultuada saída do Bayern Munique, com um clube que luta para retomar o caminho das vitórias. Logo, tanto o Mônaco quanto o comandante croata estão sedentos para dar a volta por cima, o que pode ser benéfico para ambos no momento. Em contrapartida, só nos resta saber se Kovac terá vida longa no Principado, tendo em vista que ele será o quarto técnico dos monegascos nos últimos dois anos. Aguardemos!

Deixar um comentário

Menu