França

Noventa minutos em Dortmund definirão o futuro do PSG na Champions League

Ao chamar figuras históricas como Javier Pastore, Pauleta, Youri Djorkaeff e David Ginola para promoverem um vídeo pedindo o apoio da torcida horas antes do treinador Luis Enrique dizer que esperava um “Parque dos Príncipes apaixonado” na vésperas da partida contra o Newcastle, o Paris Saint-Germain deixava claro que não encararia o duelo ante os ingleses como um simples jogo da fase de grupos da Champions League, mas sim como uma verdadeira decisão de campeonato. Contudo, isso já era de se esperar depois que os atuais bicampeões franceses regressaram do St James’ Park no início de outubro com uma duríssima goleada por 4 a 1 na bagagem, ainda que o sentimento de vingança não tenha se tornado público em meio as palavras do técnico Luis Enrique ao afirmar que não conseguia esquecer a derrota em Newcastle, ditas minutos após o triunfo por 3 a 0 sobre o Milan, em Paris.…

O horizonte do Lyon segue apontando à segunda divisão

A primeira vitória do Lyon na temporada 2023-24, conquistada sobre o Rennes por 1 a 0 às vésperas da última Data Fifa, fez renascer a esperança dos lioneses em relação a uma reviravolta na Ligue 1, o que ao menos trouxe um pouco de paz ao conturbadíssimo ambiente vivido pelo clube que ocupa a lanterna do campeonato. Entretanto, o clima de enorme tensão voltou a assolar o Lyon assim que a bola voltou a rolar na Ligue 1, visto que os pupilos de Fabio Grosso retomaram o caminho das derrotas ao caírem diante do Lille por 2 a 0 em pleno Groupama Stadium. Ainda assim, um resultado que acabou não supreendendo por se tratar do adversário que mais vezes venceu os Gones desde a inauguração de seu novo estádio em 2016, somando seis triunfos neste período. Ademais, é importante destacar que o Lille não teve dificuldades para impor a nona…

A melhor defesa da Europa na atualidade, sustenta o Nice na liderança da Ligue 1

Líder da Ligue 1 somando 25 pontos após 11 rodadas disputadas, sendo o único time invicto até então no campeonato. Diante desta surpreendente campanha de 75% de aproveitamento, fica evidente porque o Nice é a principal sensação do futebol francês na temporada 2023-24. Pois é, a nona colocação na edição anterior da Ligue 1 motivou a diretoria do Nice a trazer Francesco Farioli para ocupar o posto do sucessor de Lucien Favre, Didier Digard, no comando técnico da equipe, ou seja, uma mudança fundamental para o progresso dos Aiglons nesta temporada, afinal, além do otimismo gerado pela chegada de um novo treinador, o estilo de trabalho e as ideias do comandante italiano se alinharam sublimemente ao clube francês, funcionando como uma espécie de casamento perfeito. Vale ressaltar que Francesco Farioli era o preparador de goleiros da comissão técnica de Roberto De Zerbi, aquele mesmo que vem desenvolvendo um ótimo trabalho…

Gattuso desembarca na Riviera Francesa para apagar o incêndio no Olympique de Marselha

Novos horizontes se abriram ao Olympique de Marselha em função da terceira colocação na temporada passada da Ligue 1, afinal, através dela o clube da Costa Mediterrânea venceu a duríssima batalha pela última vaga da Champions League. Entretanto, as expectativas do Olympique de Marselha francês aumentou pra valer após o ótimo mercado realizado em meio saídas de Alexis Sanchez, Dimitri Payet, Mattéo Guendouzi e Sead Kolasinac. E tudo porque Pierre-Emerick Aubameyang, Iliman Ndiaye, Ismaila Sarr, Ruslan Malinovskyi, Geoffrey Kondogbia, Renan Lodi, Amine Harit, Joaquín Correa, além do treinador Marcelino García Toral, campeão da Copa do Rei à frente do Valencia na temporada 2018-19, fizeram o caminho inverso e desembarcaram na Costa Sul da França neste meio de ano. Mas contrariando totalmente as previsões, a realidade é que o caminho do Olympique de Marselha tem sido obscuro neste início de temporada, e o primeiro mal presságio veio na Champions League, já que depois de…

O DNA francês do PSG na temporada 2023-24

As recentes saídas de Lionel Messi e Neymar simbolizaram o fim da era de grandes estrelas no Paris Saint-Germain, o que, consequentemente, transformou a temporada 2023-24 em um verdadeiro divisor de águas na história do clube. Pois é, após insistir no recrutamento de renomados craques do futebol mundial para tornar real o sonho de vencer a Champions League nos últimos anos, a diretoria do PSG mudou totalmente a sua política de contratações no mercado de transferências com a finalidade de deixá-lo o mais francês possível, criando assim, uma nova identidade junto aos torcedores. Não à toa, CINCO jogadores franceses iniciaram a partida de estreia do Paris Saint-Germain na Champions League contra o Borussia Dortmund entre os titulares do time, algo que não acontecia desde outubro de 2017, época em que Neymar completava seus primeiros dois meses no Parque dos Príncipes. Vale ressaltar, que o setor que sofreu a maior mudança…

A precoce aposentadoria dourada de Neymar

Em 2017, Neymar trocava o Barcelona pelo PSG por 222 milhões de euros, tornando-se o jogador mais caro de todos os tempos, o que acabou sendo um verdadeiro divisor de águas no mundo da bola em virtude do exorbitante valor da tranferência que até hoje não foi superada por nenhuma outra. Obviamente, questões de ordens financeiras contribuíram para a ida de Neymar ao Paris Saint-Germain, mas é necessário recordar o interesse do craque brasileiro em se desvencilhar da sombra de Lionel Messi a fim de se estabelecer como o melhor jogador do mundo, bem como a intenção do clube francês em consolidar-se entre as grandes potências da Europa. Ademais, a chegada de Neymar ao Parque dos Príncipes trazia aos torcedores parisienses a ilusão de que o show, o espetáculo e as “mágicas” exibições dos tempos de Ronaldinho Gaúcho, seriam vistas novamente dentro de campo, dado o inquestionável talento do camisa…

O cenário se mostra complicado para o retorno de Neymar ao Barcelona

Como se a complexa situação vivida por Kylian Mbappé não bastasse, agora é a vez de Neymar esquentar ainda mais o fervoroso clima que assola o Parque dos Príncipes, isso porque segundo o jornal L’Equipe, o craque brasileiro também deseja deixar o Paris Saint-Germain, tendo inclusive já informado a diretoria do clube para negociá-lo até o fechamento desta janela de meio de ano. Ainda de acordo com veículo francês, Neymar gostaria de retornar ao ex-clube para substituir o recém-negociado Ousmane Dembélé que, coincidentemente, desembarcou na Catalunha em 2017 para suceder o então camisa 11, o que significa que a situação pode se inverter seis anos depois, embora o mais provável é que isso não aconteça, em especial devido a dificílima realidade financeira do Barça. Para se ter uma ideia, o Barcelona corre o sério risco de rescindir o vínculo de Ilkay Gundogan se não inscrevê-lo na LaLiga até o próximo…

De Barcelona à Paris, a mudança de Dembélé na próxima temporada

Começou o mês de agosto, o que significa que o valor da multa rescisória prevista no contrato de Ousmane Dembélé junto ao Barcelona, cujo vínculo é válido até junho de 2024, dobrou de 50 para 100 milhões de euros. Ainda assim, essa situação não preocupa o Paris Saint-Germain, principal interessado na contratação de Ousmane Dembélé, especialmente porque 50% daqueles 50 milhões de euros pertenceriam ao jogador no caso de uma transferência, algo exigido por ele em sua última renovação contratual. Além disso, o regime fiscal do contrato com vencimento anterior era pior às três partes envolvidas no negócio, ou seja, Dembélé e os dois clubes. Portanto, a tendência é que o Barcelona aceite a proposta de 50 milhões de euros oferecida pelos parisienses para contratar o seu sétimo reforço nesta janela de transferências, tendo em vista que o atacante da seleção francesa adentrou em seu último ano de contrato podendo…

A relação entre PSG e Mbappé chegou a um ponto de ruptura que não tem mais volta

A novela envolvendo Paris Saint-Germain e Kylian Mbappé teve um novo capítulo escrito neste início de semana, visto que o clube francês aceitou a proposta de 300 milhões de euros oferecida pelo Al-Hilal que, consequentemente, transformaria o craque francês no jogador mais caro de todos os tempos, algo que não acontecerá porque o camisa 7 rejeitou o acordo, e seguirá treinando em separado do restante do elenco parisiense. Aos quem não se recordam, Kylian Mbappé entrou em rota de colisão junto ao PSG a partir do instante em que enviou uma carta à diretoria informando que não estenderia o atual vínculo contratual que é válido até junho de 2024. Insatisfeito com a decisão do atleta, o presidente do clube, Nasser Al-Khelaifi, afirmou que caso Mbappé não aceitasse a renovação ele seria negociado nesta janela de transferências, afinal, perdê-lo de graça no ano que vem está totalmente fora de cogitação. Pois…

A relação cada vez mais estremecida entre Mbappé e PSG

Se a relação entre Kylian Mbappé e o Paris Saint-Germain já estava estremecida após o atleta informar a diretoria de que não iria renovar o seu atual contrato, e o presidente Nasser Al-Khelaifi respondeu publicamente que o craque francês só permanecerá no Parque dos Príncipes caso estenda este vínculo até 2025, o que dirá depois da entrevista concedida pelo camisa 7 à France Football, na qual ele proferiu duríssimas críticas ao clube, a ponto de causar a indignação de jogadores e torcedores parisienses. Por sinal, embora publicada depois, a entrevista realizada pela France Football foi gravada dias antes de Nasser Al-Khelaifi abordar a situação de Kylian Mbappé, o que significa que o insatisfeito jogador também não se preocupou minimamente com o fato de criar um anticlímax junto a torcida, conforme você pode acompanhar abaixo: As pessoas na França me viram crescer, me veem o tempo todo no PSG ou na…

As novas perspectivas do PSG sob o comando de Luis Enrique

Depois de Carlo Ancelotti, Laurent Blanc, Unai Emery, Thomas Tuchel e Mauricio Pochettino, agora foi a vez de Christophe Galtier ser “triturado pela máquina de moer treinadores” chamada Paris Saint-Germain. Pois é, apesar da conquista do bicampeonato francês, a queda dos parisienses nas oitavas-de-final da edição anterior da Champions League acabou sendo decisiva para a saída do agora ex-treinador da equipe parisiense, após um mísero ano no cargo. Bem, até aí nenhuma novidade, a julgar que isso tornou-se uma constante no Parque dos Príncipes, porém a grande novidade é que o sucessor de Christophe Galtier será Luis Enrique, o que denota que grandes mudanças estão por vir no PSG, a começar pela provável continuidade de Neymar que era incerta no clube mesmo depois da ida de Lionel Messi ao Inter Miami, e da provável transferência de Kylian Mbappé ao Real Madrid. Aliás, é óbvio que a chegada de Lionel Messi…

Menu