Portugal

Sérgio Conceição se despede do Porto após 7 temporadas

A conquista do título da Taça de Portugal sobre o atual campeão português Sporting, ficará marcada eternamente na história do Porto, afinal, ela simboliza tanto o fim quanto o início de uma nova era no Dragão. Quando Andrés Villas-Boas foi eleito vencedor das eleições presidenciais do Porto, novos olhares foram lançados ao clube português, a julgar que o perdedor Jorge Nuno Pinto da Costa ocupava o cargo há exatos 42 anos, período em que 69 canecos foram erguidos somente no futebol, considerando todas as categorias. Isto posto, a vitória com mais de 70% dos 26 mil votos por parte de Andrés Villas-Boas representa, dentre outras coisas, a primeira grande mudança administrativa que o Porto enfrentará ao longo de quatro décadas, algo que, é claro, gera uma série de incertezas nos torcedores portistas, sobretudo em decorrência do forte vínculo existente entre o treinador Sérgio Conceição e o agora ex-mandatário Jorge Nuno…

Sporting, campeão português 2023-24

Portugal se vestiu de verde e branco nesta temporada, a julgar que o Sporting CP sagrou-se campeão português pela 20ª vez ao longo da história, sendo a segunda nos últimos quatro anos, ambas sob o comando de Rúben Amorim. Aliás, uma conquista mais do que justa ao time que precisou de 32 das 34 rodadas da Liga Portugal para confirmar o título que, por sua vez, começou a ser construído em março de 2020, quando o Sporting desembolsou o montante de 10 milhões de euros para contratar Rúben Amorim junto ao Braga, após uma curta passagem de 13 míseros jogos – e duas derrotas – do novato treinador pelo clube do Minho. Desde então, o Sporting só progrediu, primeiramente, ao sair da longa fila de 19 anos sem vencer a Liga Portugal na temporada seguinte – a primeira completa sob a batuta de Rúben Amorim -, que três anos depois…

De Alvalade, rumo à Anfield

Ganhar o título português em 2021, e estar em vias de repetir este feito três temporadas depois com apenas 39 anos de idade, são os principais aspectos que colocam Rúben Amorim como grande favorito na corrida para assumir um dos maiores cargos do futebol europeu na atualidade: o de treinador do Liverpool. À vista disso, a realidade é que o Sporting vem sentindo na pele que todo sucesso tem um bônus e um ônus, uma vez que o excelente trabalho desenvolvido por Rúben Amorim à frente da equipe pode fazê-lo trocar o clube de Alvalade pelo Liverpool na próxima temporada. Depois que Jurgen Klopp anunciou que deixaria o Liverpool neste meio de ano, diversos nomes passaram a ser especulados como possíveis substitutos do treinador alemão, dentre os principais o de Xabi Alonso, obviamente em função da surpreendente temporada realizada pelo Bayer Leverkusen, bem como por conta da forte ligação estabelecida…

A consistência será essencial ao Sporting na batalha pelo título português

A temporada passada foi considerada um verdadeiro desastre para o Sporting, e não apenas devido a quarta colocação na tabela da Primeira Liga, isto é, a pior posição dos Leões em uma campanha completa sob o comando de Rúben Amorim, como também em virtude da queda diante do Porto na final da Taça da Liga (2 a 0), ou seja, naquela que acabou sendo a única decisão disputada pelo clube no período. Embora alvo de críticas, Rúben Amorim nunca teve a continuidade ameaçada no Sporting. Ainda assim, o jovem treinador de 39 anos de idade iniciou a atual temporada pressionado por títulos e um rendimento melhor do time, lembrando que o ex-jogador do rival, Benfica, rapidamente se tornou um ídolo dos sportinguistas ao erguer o caneco da Primeira Liga em 2021 e, consequentemente, tirar o clube de Alvalade da longa fila de quase duas décadas sem vencer o campeonato. De…

A épica vitória no clássico lisboeta pode determinar novos rumos ao Benfica na temporada

Se a permanência do treinador Roger Schmidt era incerta no Benfica antes do clássico contra o Sporting, ela está completamente descartada após a épica virada dos Encarnados sobre o rival da capital nos acréscimos do jogo. Pois é, o clássico lisboeta pode se tornar um verdadeiro divisor de águas na temporada do Benfica, que chegou em crise para encarar o Sporting no estádio da Luz em virtude de seu pífio desempenho na Champions League, composto por quatro derrotas nas quatro partidas disputadas pela competição, o que rendeu a precoce eliminação do time que ocupa a lanterna do grupo D. Ou seja, uma campanha que difere completamente em relação a da edição anterior do torneio continental, quando os portugueses caíram diante da vice-campeã, Inter de Milão, nas quartas-de-final. Contudo, pior do que a campanha na Champions League, onde o Benfica ainda luta pelo terceiro lugar do grupo para disputar a Europa…

Campeão, ganhando do rival, e com Di María marcando em sua reestreia. Assim começou a temporada do Benfica

A nova temporada do futebol europeu começou da mesma forma que a anterior terminou ao Benfica, isto é, com os Encarnados dando a volta olímpica em função do triunfo por 2 a 0 sobre o rival Porto, em Aveiro, pela decisão da Supertaça de Portugal, torneio que reúne os atuais vencedores da liga e copa nacional. E apesar de ter sido o primeiro jogo oficial de benfiquistas e portistas na temporada 2023-24, o clássico entre eles foi pra lá de intenso, disputado e, por vezes, com os jogadores passando dos limites. Não à toa, a final teve o montante de 20 faltas marcadas de cada lado, 13 cartões amarelos aplicados, e ainda terminou com as expulsões do zagueiro Pepe e do treinador Sérgio Conceição, ambos do Porto. Contudo, o grande destaque da decisão foi Ángel Di María, autor do tento que abriu o placar a favor do Benfica e eleito…

As primeiras cartadas de Roberto Martínez à frente da seleção portuguesa

Dois jogos, duas vitórias, dez gols marcados e nenhum sofrido. Pois é, os números retratam que o início de Roberto Martínez não poderia ter sido melhor à frente de Portugal, apesar do baixíssimo nível técnico dos oponentes Liechtenstein (4 a 0) e Luxemburgo (6 a 0). Contudo, a realidade é que estes dois triunfos nas duas rodadas iniciais das Eliminatórias da Eurocopa de 2024, representam o surgimento de uma nova era na seleção portuguesa após longos nove anos – ou 109 jogos – sob a liderança do ex-treinador Fernando Santos. Obviamente, a passagem de Fernando Santos pela seleção de Portugal ficou marcada de forma positiva devido ao inédito título da Eurocopa, em 2016, além da conquista da primeira edição da Liga das Nações da UEFA, em 2019. Em contrapartida, também é verdade que o futebol praticado pelos lusitanos jamais convenceu neste período. Vale ressaltar que em 2014, Fernando Santos assumiu…

Roberto Martínez, o novo treinador de Portugal

A duríssima queda de Portugal diante de Marrocos nas quartas-de-final da Copa do Mundo de 2022, ao menos proporcionou uma coisa boa aos portugueses: Fernando Santos foi demitido da seleção. Apesar de ter erguido os canecos da Eurocopa de 2016 e da primeira edição da Liga das Nações da UEFA, em 2019, ao longo dos seis anos em que esteve à frente de Portugal, Fernando Santos sempre foi bastante questionado devido ao futebol praticado pela seleção que insistia em jogar de modo pragmático, embora tivesse jogadores tecnicamente acima da média no plantel. Pois é, e depois de diversos rumores envolvendo alguns nomes como os de José Mourinho, Luis Enrique e Bruno Lage, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou oficialmente que Roberto Martínez será o sucessor de Fernando Santos na seleção, o que significa que Portugal será comandado por um estrangeiro pela terceira vez na história, após os brasileiros Otto…

Muita qualidade em campo, mas nenhuma fora dele

À medida que o tempo passa e Fernando Santos segue à frente de Portugal, o sonho dos portugueses em vencer o inédito título Mundial no Catar se torna mais distante da realidade. Até quando teremos que suportar Fernando Santos? Essa é a pergunta que não quer calar entre os torcedores lusitanos, afinal, Portugal está em vias de jogar a Copa do Mundo de 2022 literalmente no lixo devido a incapacidade de seu técnico. Aliás, surpreende o fato dos portugueses não terem um comandante à altura na seleção, já que o país é um exímio formador de treinadores, a julgar por nomes como José Mourinho, Marco Silva, Sérgio Conceição e Rúben Amorim. Todavia, o revés de ontem (27), diante da Espanha pelo placar mínimo, em Braga, fez aumentar ainda mais a pressão sobre o técnico Fernando Santos, lembrando que Portugal necessitava de um simples empate para avançar à Final Four da…

O promissor início de Roger Schmidt à frente do Benfica

Classificado à fase de grupos da Champions League, o Benfica espera colocar um fim no longo e incômodo tabu de três anos sem erguer o caneco português. A vitória do Benfica por 3 a 0 sobre o Dynamo Kiev na tarde de ontem (23), garantiu a classificação dos Encarnados à fase de grupos da edição 2022/23 da Champions League, lembrando que eles já haviam derrotado os ucranianos por 2 a 0 no jogo de ida. Entretanto, este contundente triunfo demonstra que a equipe da Luz enfim está no caminho certo depois de anos marcados por escândalos fora das quatro linhas, e insucessos dentro delas. Pois é, e um dos símbolos desta reconstrução responde pelo nome de Roger Schmidt, ex-treinador do PSV Eindhoven recentemente contratado pelo Benfica. A propósito, o técnico de 55 anos de idade não poderia ter iniciado de forma melhor a sua trajetória na Luz, tendo em vista…

Em busca do inédito título português

Depois de Carlos Carvalhal, agora será a vez do também torcedor assíduo do SC Braga, Artur Jorge, assumir a difícil missão de conduzir os bracarenses a conquista do título português. A quarta força do futebol português, assim é conhecido o Sporting Clube de Braga no mundo da bola. Todavia, este rótulo vem se mostrando cada vez menos apropriado ao clube da Província do Minho, haja vista as ótimas campanhas e os títulos conquistados pelos arsenalistas neste período recente, lembrando que somente no ano passado, eles ergueram o caneco da Taça de Portugal, e foram vice-campeões tanto da Supertaça quanto da Taça da Liga. Ainda assim, falta ao SC Braga o tão almejado título português, um feito que o clube por pouco não alcançou na temporada 2009/10, quando ficou na segunda posição da Primeira Liga. Contudo, desde o vice-campeonato até aqui, os Guerreiros do Minho só não terminaram entre os quatro…

Menu