featured

11 Posts Back Home

Desfalques reduzem as chances de título da Holanda na Eurocopa

Se considerarmos o fato de que a Holanda goleou os selecionados de Canadá e Islândia por 4 a 0 nos últimos amistosos realizados às vésperas da Euro 2024, ao mesmo tempo que a França apenas empatou sem gols com os canadenses, e a Inglaterra perdeu dos islandeses pelo placar mínimo em pleno estádio de Wembley, poderíamos concluir que a Laranja desembarca na Alemanha como uma das favoritas na corrida pelo título continental. Em contrapartida, a realidade é que a Holanda não é favorita nem mesmo dentro de sua própria chave composta por França, Áustria e Polônia. Embora seja difícil prever o rumo dos holandeses na Eurocopa pelo fato da indefinição dos cruzamentos de oitavas-de-final – em razão da classificação dos quatro melhores terceiros colocados de cada grupo -, é inegável que vê-los nas semifinais já seria surpreendente, sobretudo levando em conta as ausências dos lesionados Frenkie de Jong e Teun…

A última valsa de Southgate pela seleção inglesa

Quadrifinalista da Copa do Mundo de 2024, semifinalista do Mundial de 2022, e finalista da Euro 2020. O desempenho da Inglaterra nos três grandes torneios internacionais disputados sob a liderança de Gareth Southgate retrata que falta apenas um título para coroar a boa trajetória do treinador de 53 anos de idade à frente do English Team. De qualquer maneira, a realidade é que na Euro 2024 Gareth Southgate terá, muito provavelmente, a sua última chance de tirar a seleção inglesa da longa fila de 58 anos sem erguer um caneco, tendo em vista que a última – e única – volta olímpica dada pelos Three Lions deu-se na conquista da Copa do Mundo de 1966, disputada no próprio país. Embora a saída de Gareth Southgate não tenha sido confirmada ao término de seu contrato em 31 de dezembro deste ano, é fácil notar que o ciclo do comandante da Inglaterra…

Após dois anos, o Saint-Étienne está de volta ao seu “habitat natural”

Há dois anos, enfurecidos torcedores do Saint-Étienne protagonizavam uma lamentável cena ao invadirem o gramado do Stade Geoffroy-Guichard em função da derrota para o Auxerre – nos penâltis -, que resultou na queda dos Verts à segunda divisão após 18 anos na elite do futebol francês. No entanto, o drama aumentou ainda mais depois do pífio oitavo lugar do Saint-Étienne na primeira campanha pós-descenso na Ligue 2. Por este motivo, a torcida realmente não alimentava boas expectativas em relação a temporada 2023-24, sobretudo depois das derrotas sofridas pelo conjunto alviverde nas duas rodadas iniciais do campeonato, que evidenciavam, dentre outras coisas, o estrago causado pelas saídas tanto do lateral-esquerdo Niels Nkounkou, quanto do artilheiro Jean-Philippe Krasso. Desta maneira, por mais que o Saint-Étienne tenha engatilhado uma boa sequência de dez jogos sem derrotas entre a 3ª e a 12ª jornada da Ligue 2, acumulando 7 vitórias e 3 empates neste…

Enzo Maresca, o sétimo italiano a comandar o Chelsea

A busca do Chelsea pelo sucessor de Mauricio Pochettino chegou ao fim, tendo em vista que Enzo Maresca será o quinto treinador do clube do oeste de Londres sob a gestão de Todd Boehly desde 2022. Sim, novamente uma troca de treinador agitou os bastidores do Stamford Bridge. Apesar de um início de temporada irregular, o Chelsea encerrou a Premier League de forma positiva ao embalar uma série de cinco vitórias nas últimas cinco rodadas, o que ao menos lhe rendeu uma vaga na próxima edição da Conference League devido ao sexto lugar no campeonato. Em contrapartida, ainda que os Blues tenham mostrado um claríssimo sinal de progresso, inclusive passando a ser mais competitivos na reta final da última temporada, Mauricio Pochettino não convenceu a diretoria e acabou sendo demitido após míseros onze meses – ou 51 jogos – na função, algo natural por se tratar desta verdadeira máquina de…

Fenerbahce e Mourinho, um casamento que tem tudo para dar certo

Embora a temporada da SuperLig já tenha terminado, as imagens das dezenas de milhares de torcedores em torno estádio do Sukru Saracoglu no último domingo (02) deixou a nítida impressão de que o Fenerbahce estava prestes a vencer uma final de campeonato. No entanto, o motivo foi outro: a chegada de José Mourinho ao clube de Istambul. Pois é, o início é sempre igual, bem como o fim. Ou seja, José Mourinho chega a um novo clube trazendo consigo enormes expectativas que se transformam em frustração no instante de sua saída. Aliás, basta pegarmos como referência os últimos trabalhos do treinador português à frente de Manchester United, Tottenham e Roma, que diga-se de passagem, teve uma acentuada melhora sob o comando do novato Daniele De Rossi. Posteriormente, vários clubes desconsideraram a hipótese de contratar José Mourinho para apostar em treinadores da nova geração, vide os casos de Juventus, Chelsea, Bayern…

Do rebaixado Burnley rumo à Baviera. Vincent Kompany é o novo técnico do Bayern

Não apenas sem títulos, mas na terceira colocação da Bundesliga. Assim a temporada 2023-24 terminou para o Bayern de Munique, que segue colhendo os frutos das equivocadas decisões tomadas pela diretoria nos últimos anos. A propósito, a última temporada que o Bayern encerrou a Bundesliga não assegurando nem ao menos o vice-título ocorreu na edição 2010-11 do campeonato, época em que o time foi comandado por Louis van Gaal até a 29ª rodada e terminou a campanha com interino Andries Jonker no cargo, ficando atrás de Borussia Dortmund e Bayer Leverkusen, respectivamente. Pois é, e a péssima temporada realizada pelo Bayern resultou na saída de Thomas Tuchel. Por sinal, uma demissão anunciada de forma precipitada no começo do ano, já que o Gigante da Baviera tentou convencê-lo a ficar depois que a equipe superou o Arsenal nas quartas-de-final da Champions League. Todavia, a diretoria acabou ouvindo um sonoro não do…

Sérgio Conceição se despede do Porto após 7 temporadas

A conquista do título da Taça de Portugal sobre o atual campeão português Sporting, ficará marcada eternamente na história do Porto, afinal, ela simboliza tanto o fim quanto o início de uma nova era no Dragão. Quando Andrés Villas-Boas foi eleito vencedor das eleições presidenciais do Porto, novos olhares foram lançados ao clube português, a julgar que o perdedor Jorge Nuno Pinto da Costa ocupava o cargo há exatos 42 anos, período em que 69 canecos foram erguidos somente no futebol, considerando todas as categorias. Isto posto, a vitória com mais de 70% dos 26 mil votos por parte de Andrés Villas-Boas representa, dentre outras coisas, a primeira grande mudança administrativa que o Porto enfrentará ao longo de quatro décadas, algo que, é claro, gera uma série de incertezas nos torcedores portistas, sobretudo em decorrência do forte vínculo existente entre o treinador Sérgio Conceição e o agora ex-mandatário Jorge Nuno…

Sai Xavi, chega Hansi Flick. E um novo ciclo se iniciará no Barcelona

Quando Xavi Hernández desembarcou na capital catalã para suceder Ronald Koeman no comando técnico do Barcelona em novembro de 2021, a sua missão era apenas uma: repetir fora das quatro linhas todo o sucesso alcançado defendendo os blaugranas dentro de campo. No entanto, as coisas não saíram conforme o planejado, a julgar que Xavi se despediu do Barcelona após duas temporadas e meia, ou 143 partidas, colecionando dois títulos, incluindo o da LaLiga no ano passado. Em outras palavras, um ciclo absolutamente incomparável em relação aquele em que o eterno camisa 6 colecionou 767 jogos, 85 gols e 25 troféus defendendo as cores do Barça entre 1998 e 2015. Na realidade, a enorme turbulência vivida pelo Barcelona nessa temporada foi preponderante para a queda de Xavi Hernández. Por sinal, uma saída pra lá de conturbada, confirmada um mês depois do presidente do clube, Joan Laporta, anunciar, aos prantos, a continuidade…

Título da Europa League coroa o revolucionário trabalho de Gasperini na Atalanta

Com direito a um hat-trick de Ademola Lookman, a Atalanta bateu o Bayer Leverkusen por 3 a 0 em Dublin, e regressou da capital irlandesa com a inédita taça da Europa League na bagagem, saindo da longa fila de 61 anos sem títulos. Antes de mais nada, quando Antonio Percassi adquiriu a Atalanta em 2010, a intenção do clube de Bérgamo era apenas retornar à elite do futebol italiano e por lá se manter. Entretanto, esses objetivos foram se tornando cada vez mais audaciosos desde a chegada de Gian Piero Gasperini há oito anos, a julgar pela quarta colocação na Serie A logo na primeira temporada do ex-treinador do Genoa à frente da Dea. Portanto, fica claro e evidente que o trabalho de Gian Piero Gasperini começou a gerar bons frutos à Atalanta desde o seu primeiro dia, acima de tudo porque o estilo de jogo ofensivo do treinador de…

Pochettino se despede do Chelsea após uma temporada no clube

Thomas Tuchel, Graham Potter, Bruno Saltor, Frank Lampard e Mauricio Pochettino, o que todos estes treinadores têm em comum? Simples, os cinco passaram pelo Chelsea desde que Todd Boehly adquiriu o clube há 23 meses. Pois é, e a última vítima desta verdadeira máquina de moer treinadores chamado Chelsea foi Mauricio Pochettino, cuja saída foi acordada menos de 48 horas após o encerramento da Premier League, o que significa que a vitória por 2 a 1 sobre o Bournemouth marcou não apenas a despedida dos Blues da temporada 2023-24, como também o adeus do técnico argentino depois de 11 meses no cargo. De acordo com o Chelsea, a demissão de Mauricio Pochettino ocorreu de forma consensual, embora o treinador de 52 anos de idade tenha manifestado a intenção de seguir liderando o novo projeto esportivo do clube da capital inglesa em diversas oportunidades, à medida que internamente os diretores Paul…

Temporada de estreia do Heidenheim na Bundesliga ainda pode terminar com uma vaga na Conference League

Nem só de títulos as glórias são feitas no mundo da bola, a julgar pelo exemplo do Heidenheim, que além de garantir a permanência na Bundesliga através da oitava colocação, ainda sonha com a conquista da vaga na próxima edição da Conference League. Ou seja, um feito e tanto para um clube de orçamento escasso que está situado numa pequena cidade de 50.000 habitantes. A propósito, é importante destacar que há exatamente um ano os Blau-Rot comemoravam a inédita promoção à Bundesliga devido ao título da segunda divisão, onde estavam há longas nove temporadas, e por pouco não haviam subido em 2020 – quando caíram diante do Werder Bremen nos playoffs em virtude do critério de gols sofridos fora de casa, depois dos empates em 0 a 0, no Weserstadion, e 2 a 2, na Voith-Arena, respectivamente. Como não poderia deixar de ser, o principal objetivo do Heidenheim em sua…

Menu