Premier League

11 Posts Back Home

Enzo Maresca, o sétimo italiano a comandar o Chelsea

A busca do Chelsea pelo sucessor de Mauricio Pochettino chegou ao fim, tendo em vista que Enzo Maresca será o quinto treinador do clube do oeste de Londres sob a gestão de Todd Boehly desde 2022. Sim, novamente uma troca de treinador agitou os bastidores do Stamford Bridge. Apesar de um início de temporada irregular, o Chelsea encerrou a Premier League de forma positiva ao embalar uma série de cinco vitórias nas últimas cinco rodadas, o que ao menos lhe rendeu uma vaga na próxima edição da Conference League devido ao sexto lugar no campeonato. Em contrapartida, ainda que os Blues tenham mostrado um claríssimo sinal de progresso, inclusive passando a ser mais competitivos na reta final da última temporada, Mauricio Pochettino não convenceu a diretoria e acabou sendo demitido após míseros onze meses – ou 51 jogos – na função, algo natural por se tratar desta verdadeira máquina de…

Pochettino se despede do Chelsea após uma temporada no clube

Thomas Tuchel, Graham Potter, Bruno Saltor, Frank Lampard e Mauricio Pochettino, o que todos estes treinadores têm em comum? Simples, os cinco passaram pelo Chelsea desde que Todd Boehly adquiriu o clube há 23 meses. Pois é, e a última vítima desta verdadeira máquina de moer treinadores chamado Chelsea foi Mauricio Pochettino, cuja saída foi acordada menos de 48 horas após o encerramento da Premier League, o que significa que a vitória por 2 a 1 sobre o Bournemouth marcou não apenas a despedida dos Blues da temporada 2023-24, como também o adeus do técnico argentino depois de 11 meses no cargo. De acordo com o Chelsea, a demissão de Mauricio Pochettino ocorreu de forma consensual, embora o treinador de 52 anos de idade tenha manifestado a intenção de seguir liderando o novo projeto esportivo do clube da capital inglesa em diversas oportunidades, à medida que internamente os diretores Paul…

Quinhentos e sessenta e nove dias que mudaram o Aston Villa

Sob a ilustre visita de Tom Hanks, o Aston Villa recebeu o Liverpool, terceiro colocado da Premier League, em seu último jogo no Villa Park na temporada 2023-24 necessitando de uma simples vitória para conquistar a tão sonhada vaga da Champions League, o que parecia ser um enredo perfeito para qualquer roteirista de Hollywood. Contudo, o bizarro erro cometido por Emiliano Martínez no primeiro lance do jogo, deu um tom completamente tenso ao filme que por pouco não se transformou num drama, a julgar que o Aston Villa perdia por 3 a 1 até os 40 minutos da segunda etapa, quando Jhon Durán, que havia acabado de entrar em campo no lugar do lesionado Nicolò Zaniolo, assumiu o papel de protagonista da trama ao marcar os dois gols que garantiram o empate em 3 a 3 no Villa Park. Aliás, os tentos de John Duran também evitaram que o Aston…

Oliver Glasner não é mágico, mas está fazendo mágica no Selhurst Park

“Não sou mágico, não sou David Copperfield”, as primeiras palavras de Oliver Glasner como treinador do Crystal Palace, fazendo alusão ao ilusionista norte-americano, se contradizem ao analisamos a evolução da equipe do sul de Londres sob a liderança do ex-técnico do Eintracht Frankfurt, digna de um verdadeiro toque de mágica. Para se ter uma ideia, quando Oliver Glasner desembarcou na capital inglesa para assumir o comando técnico do Crystal Palace no dia 20 de fevereiro, os Eagles ocupavam a 15ª colocação na tabela da Premier League, na ocasião, separados a míseros cinco pontos da zona do descenso, lembrando que eles haviam vencido somente o lanterna Sheffield United (3 a 2), dentre os sete jogos disputados no ano, sendo cinco válidos pela Premier League e dois pela FA Cup. No entanto, Oliver Glasner apresentou seu cartão de visitas aos torcedores do Palace logo em sua estreia, a julgar pela contundente vitória…

O ciclo de Pochettino no Chelsea se aproxima do fim junto com o término da temporada

Dois meses depois da queda frente o Liverpool na decisão da Copa da Liga, o Chelsea voltou a tropeçar no estádio de Wembley, porém desta vez diante do Manchester City pelas semifinais da FA Cup. Por sinal, além do placar de 1 a 0, o enredo das duas derrotas sofridas pelos Blues nas copas nacionais desta temporada foi exatamente o mesmo, ou seja: com eles pecando nas finalizações; falhando defensivamente; não aproveitando os momentos de vulnerabilidade do adversário no jogo; tendo falta de sorte; e contestando decisões por parte da arbitragem. Deste modo, nem mesmo o fato do Manchester City estar destroçado fisica e metalmente em função da disputa de uma prorrogação contra o Real Madrid, composta pela eliminação dos atuais campeões europeus 72 horas antes pela Champions League, foi suficiente para o Chelsea sustentar o objetivo de salvar a temporada por intermédio do primeiro título da “era pós-Roman Abramovich”.…

Everton flerta com o rebaixamento pela terceira temporada seguida

Oitenta e cinco dias, eis o longo intervalo de tempo que separa o Everton da sua última vitória na Premier League, a julgar que os Toffees não saem de campo com os três pontos desde o triunfo por 2 a 0 sobre o penúltimo colocado Burnley, em 16 de dezembro do ano passado, o que significa que eles ainda não ganharam nenhuma partida pelo campeonato em 2024. Vale ressaltar que de lá pra cá, o Everton registrou seis derrotas e cinco empates nos 11 jogos disputados pela Premier League, registrando míseros 15,1% de aproveitamento através deste pífio desempenho que o fez despencar da 12ª para a 16ª posição na tabela da competição, já incluindo o último revés por 2 a 0 frente o Manchester United, no Old Trafford. Diante deste obscuro cenário, a continuidade do técnico Sean Dyche é discutida a cada resultado negativo obtido pelo clube que vive uma…

Klopp solta o grito de campeão em sua turnê de despedida do Liverpool

Além do sentimento passional, a turnê de despedida de Jurgen Klopp do Liverpool também ficará marcada pela conquista de um título, a julgar que os Reds retornaram de Wembley com o caneco da Copa da Liga Inglesa na bagagem. Por sinal, a décima taça do clube de Merseyside ao longo da história. A propósito, uma conquista, definitivamente, com a cara deste lendário Liverpool, de Jurgen Klopp, uma vez que o gol que confirmou o triunfo sobre o Chelsea ocorreu aos 13 minutos da segunda etapa da prorrogação, quando o capitão Virgil van Dijk, outro símbolo do time de Klopp, acertou uma cabeçada fulminante após a cobrança de escanteio de Konstantinos Tsimikas. https://twitter.com/LFC/status/1761854831818637501?s=20 Vale ressaltar ainda que o Liverpool desembarcou na capital inglesa com uma série de desfalques para encarar o Chelsea. Para se ter uma ideia, ONZE jogadores estavam fora de combate na decisão da Copa da Liga, dentre os…

A vaga na Champions League tem a relevância de um título ao Manchester United

O primeiro ano de Erik ten Hag no Old Trafford encheu a torcida do Manchester United de esperanças em meio ao desacreditado futuro do clube, e não apenas devido ao 3º lugar na Premier League, ou pelo fato da conquista da Copa da Liga Inglesa, mas principalmente em função do resgate da identidade perdida desde a aposentadoria de Sir Alex Ferguson. Consequentemente, as expectativas aumentaram em torno de um sucesso ainda maior do Manchester United na segunda temporada de Erik ten Hag à frente da equipe, na iminência de especialistas o apontar como um dos favoritos na corrida pelo título inglês ao lado do vizinho e atual tricampeão, Manchester City. No entanto, as projeções rapidamente mudaram assim que a bola começou a rolar em razão das 3 derrotas e duas vitórias dos Red Devils nas cinco primeiras rodadas da Premier League, seguidas do revés por 4 a 3 diante do…

O copo transbordou para Pochettino no Chelsea

Paciência não é, e nunca foi, uma virtude do Chelsea, vide as constantes mudanças de treinadores promovidas pelo clube do oeste de Londres, seja no período da gestão anterior de Roman Abramovich, seja na atual sob a liderança de Todd Boehly, onde quatro técnicos já ocuparam a função ao longo dos últimos 19 meses, como são os casos de Thomas Tuchel, Graham Potter, Frank Lampard e Mauricio Pochettino. Por esta razão, a missão de Mauricio Pochettino, que já era difícil somente pela condução do processo de reconstrução do Chelsea composto pelas chegadas e saídas de dezenas de jogadores, também se apresentava complicada em decorrência da habitual tensão que assola os técnicos dos Blues a cada crise vivida pelo clube. Pois é, e foram necessárias 23 rodadas da Premier League para que a permanência de Mauricio Pochettino começasse a ser questionada no Chelsea. Embora a diretoria do clube afirme que a…

As perspectivas do Arsenal já são outras após a atual série de maus resultados

A derrota frente o Liverpool por 2 a 0 em pleno Emirates Stadium, não apenas selou a precoce eliminação do Arsenal na FA Cup, como também instaurou uma crise no clube do norte de Londres nesse início de ano. Pois é, quem seria capaz de imaginar que a equipe que comemorou o Natal na liderança da Premier League, viveria um clima de enorme tensão ao término da primeira semana de 2024? Acredito que nem o torcedor mais pessimista do Arsenal, já que para estabelecer essa crise os comandados de Mikel Arteta colecionaram três derrotas e um empate nos quatro jogos disputados neste curto espaço de tempo. Aliás, vale ressaltar que antes do revés diante do Liverpool (2 a 0) pela FA Cup, os Gunners haviam sido derrotados por West Ham (2 a 0) e Fulham (2 a 1) pela Premier League, o que significa que eles perderam os seus últimos…

“Um ano termina e nasce outra vez”, ambos iguais ao Newcastle: com derrotas

O ano de 2024 começou como 2023 acabou para o Newcastle, ou seja: com os comandados de Eddie Howe sofrendo mais uma derrota, porém desta vez por 4 a 2 frente o Liverpool, em Anfield. A propósito, essa foi a sexta derrota sofrida pelo Newcastle nos últimos oito compromissos válidos por todas as competições, um dado que retrata o péssimo momento vivido pelos Magpies, que teve início no pesadíssimo mês de dezembro em que eles foram eliminados precocemente na fase de grupos da Champions League, bem como das quartas-de-final da Copa da Liga Inglesa – ao caírem diante do Chelsea nas penalidades, após um empate em 1 a 1 no tempo normal. Entretanto, se despedir de 2023 perdendo por 1 a 0 do Luton Town, time situado na zona da degola da Premier League, ainda que fora de casa, e em seguida por 3 a 1 do Nottingham Forest, outra…

Menu