Furacão campeão na Terra do Sol Nascente

Depois de conquistar o seu primeiro título internacional na temporada passada, o Athletico Paranaense atravessou o mundo para faturar o inédito troféu da Copa Suruga, graças a goleada sobre o Shonan Bellmare, por 4 a 0, em Hiratsuka.

O dia 07 de agosto de 2019 ficará marcado eternamente na memória dos torcedores do Athletico Paranaense, isso porque foi exatamente nesta data que o Furacão ergueu o seu primeiro caneco intercontinental, me refiro a taça da Copa Suruga, torneio que reúne os atuais campeões da Copa Sul-Americana e da J-League (Campeonato Japonês). Desta maneira, os sul-americanos igualaram os japoneses no número de títulos da competição, já que ambos somam seis troféus cada um, lembrando que o único clube brasileiro que havia vencido a Copa Suruga até então, era o Internacional, campeão em 2009.

Por incrível que pareça, o confronto envolvendo Shonan Bellmare x Athletico Paranaense fez com que os atleticanos levantassem bem cedo de suas camas na manhã desta quarta-feira para acompanharem o seu time em ação, lutando por sua primeira conquista intercontinental do outro lado do mundo. Aliás, acredito que muitos torcedores imaginaram o Furacão entrando em campo pelo Torneio Mundial de Clubes, afinal, o rubro-negro do Paraná jogou esta partida em solo japonês, na cidade de Hiratsuka, a 70 km de Tóquio para ser mais específico, país aonde historicamente são disputados os mundiais de clubes. Diante de todos estes aspectos, compreendemos porque vencer a Copa Suruga era tão importante ao Athletico.

O argentino Lucho González, entrou para a história ao erguer o primeiro troféu intercontinental do Athletico Paranaense.
O argentino Lucho González, de 38 anos, entrou para a história ao erguer o primeiro troféu intercontinental do Athletico Paranaense.

Embora o Athletico Paranaense nunca tivesse ganho uma competição fora da América do Sul, a equipe brasileira era considerada a grande favorita à vencer o título da Copa Suruga, pois apesar do Shonan Bellmare ter sido campeão da edição anterior da J-League, atualmente o time ocupa apenas a 11ª posição na tabela da liga japonesa. E todo o favoritismo do Furacão foi realmente confirmado durante os noventa minutos da decisão do torneio, tanto é, que os comandados de Tiago Nunes golearam os anfitriões, por 4 a 0, com gols de Marcelo Cirino, Roni, Thonny Anderson e Braian Romero. Confira abaixo a lista de campeões e vice-campeões da Copa Suruga até hoje:

  • 2008 – Arsenal de Sarandí 1 x 0 Gamba Osaka
  • 2009 – Internacional 2 x 1 Oita Trinita
  • 2010 – FC Tokyo 2 x 2 LDU Quito (FC Tokyo venceu nos pênaltis, 4 x 3)
  • 2011 – Jubilo Iwata 2 x 2 Independiente (Jubilo Iwata venceu nos pênaltis, 4 x 2)
  • 2012 – Kashima Antlers 2 x 2 Universidad Chile (Kashima Antlers venceu nos pênaltis, 7 x 6)
  • 2013 – Kashima Antlers 3 x 2 São Paulo
  • 2014 – Kashiwa Reysol 2 x 1 Lanús
  • 2015 – River Plate 3 x 0 Gamba Osaka
  • 2016 – Independiente Santa Fé 1 x 0 Kashima Antlers
  • 2017 – Urawa Red Diamonds 1 x 0 Chapecoense
  • 2018 – Independiente 1 x 0 Cerezo Osaka
  • 2019 – Athletico Paranaense 4 x 0 Shonan Bellmare
A conquista da Copa Suruga rendeu aos cofres do Athletico Paranaense, o montante de 900 mil dólares, cerca de R$ 3,6 milhões.
A conquista da Copa Suruga rendeu aos cofres do Athletico Paranaense, o montante de 900 mil dólares, cerca de R$ 3,6 milhões.

Um dos principais responsáveis pela conquista da Copa Suruga é o treinador Tiago Nunes, que desde que assumiu o comando técnico do Athletico Paranaense no meio do ano passado, já comemorou três títulos, sendo dois internacionais (Copa Sul-Americana 2018 e Copa Suruga 2019) e um regional (Campeonato Parananense 2018). Vale ressaltar, que quando Tiago Nunes foi promovido pela diretoria atleticana para dirigir a equipe principal do Furacão, o time ocupava a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro 2018, em virtude do péssimo trabalho de Fernando Diniz à frente do conjunto rubro-negro.

O maior sonho do Athletico Paranaense é conquistar o Torneio Mundial de Clubes em 2024, o ano do centenário do Furacão, uma tarefa difícil para qualquer equipe do futebol brasileiro, mas não impossível, sobretudo por conta da estrutura do Athletico, dono de um dos centros de treinamentos mais modernos do mundo, e de uma arena que dispensa comentários. Além disso, o rubro-negro segue participando constantemente de torneios continentais, dentre eles da Copa Libertadores, competição esta, que o Furacão foi eliminado pelo Boca Juniors este ano, na fase de oitavas de final. Logo, é óbvio que quanto mais um time disputa um campeonato, mais próximo de vencê-lo ele está.

O próximo compromisso do Athletico será no domingo (11) contra o Botafogo, no Rio de Janeiro, em partida válida pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. No entanto, é esperado que Tiago Nunes mande à campo um time alternativo neste duelo frente os cariocas, pois no meio de semana, o Furacão enfrentará o Grêmio, em Porto Alegre, pelo jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil, que a partir de agora, passou a ser a prioridade do time paranaense na temporada. Contudo, eu não poderia finalizar este artigo de outra maneira senão parabenizando toda a nação atleticana por esta grande conquista na Terra do Sol Nascente.

 

 

 

 

Deixar um comentário

Menu