Azedou para Zidane

A bruxa está a solta pelos lados do Santiago Bernabéu, isso porque a derrota do Real Madrid para o modesto Alcoyano, acabou selando a precoce eliminação dos atuais campeões espanhóis da Copa do Rei 2020/21, aumentando ainda mais a pressão sobre o treinador Zinedine Zidane.

O ano não começou nada bem para o Real Madrid, afinal, os merengues já sofreram duas eliminações nestes primeiros 22 dias de 2021. A começar pela Supercopa da Espanha, torneio no qual os pupilos de Zinedine Zidane caíram nas semifinais diante do Athletic Bilbao por 2 a 1. Ainda assim, este revés não causou tantos estragos por conta da falta de expressividade da competição, além da derrota do Barcelona para os bascos na decisão. Todavia, a queda frente o Alcoyano (2 a 1) na semana seguinte, pela 3ª Fase da Copa do Rei, foi o estopim para que uma grande crise assolasse o Santiago Bernabéu.

Vale ressaltar que o Deportivo Alcoyano, clube fundado em 1928 na cidade de Alcoy – situada na Comunidade Valenciana -, atualmente disputa a terceira divisão, e não figura no alto escalão do futebol espanhol desde 1951. A partir desta informação já é possível compreender melhor o tamanho do fiasco dos merengues. Aliás, Zinedine Zidane só foi mantido no cargo em virtude de sua gloriosa história no Real Madrid, pois não restam dúvidas de que qualquer outro técnico teria sido demitido após uma trágica eliminação como a que se passou no estádio El Collao.

Para se ter uma ideia, apenas Vicente Del Bosque conseguiu resistir a uma eliminação dos merengues diante de times que disputam divisões inferiores. Este fenômeno ocorreu em 2000, ano em que eles perderam do Toledo por 2 a 1. De resto, todos os demais comandantes madridistas não terminaram as suas respectivas temporadas empregados após tropeços como este. A propósito, confira abaixo todas as desclassificações do Real Madrid ao longo da trajetória:

  • 2000/01 – Toledo 2 x 1 Real Madrid – Vicente del Bosque
  • 2008/09 – Real Unión de Irún 2 x 1 Real Madrid – Bernd Schuster
  • 2009/10 – Alcorcón 4 x 0 Real Madrid – Manuel Pellegrini
  • 2015/16 – Cádiz 3 x 0 Real Madrid – Rafa Benítez (*derrota na justiça)
  • 2020/21 – Alcoyano 2 x 1 Real Madrid – Zinedine Zidane

Diante deste cenário, fica evidente o quão Zinedine Zidane está pressionado no cargo. No entanto, é importante salientar que o trabalho do técnico francês já vinha sendo bastante questionado antes das eliminações na Supercopa da Espanha e na Copa do Rei, em função do desempenho irregular do Real Madrid na temporada 2020/21, lembrando que os merengues ocupam a vice-posição da LaLiga, a SETE pontos do líder Atlético de Madrid, enquanto a vaga nas oitavas de final da Champions League foi conquistada somente na última rodada da fase de grupos do torneio.

Obviamente, a irregularidade do Real Madrid é consequência do futebol ruim praticado pela equipe, já que dentro de campo, os merengues continuam deixando bastante a desejar. Contudo, a verdade é que desde a saída de Cristiano Ronaldo o time jamais convenceu, apesar da conquista do título espanhol na temporada passada. Ademais, a má relação de Zidedine Zidane com alguns atletas do elenco madridista, como são os casos de Marcelo, Toni Kroos, Isco, Martin Odegaard e Eden Hazard, é outro dos aspetos que colaboram para este rendimento abaixo do esperado.

Em razão de toda esta crise, o presidente Florentino Pérez entende que a permanência de Zinedine Zidane pode custar caro aos merengues, embora o técnico de 48 anos de idade já tenha superado fases difíceis como a atual no próprio clube. Por fim, o discurso no Real Madrid é de que não haverá troca de treinadores até o final da atual temporada, porém após este período o trabalho de Zidane será reavaliado, o que nos leva a crer que a sua continuidade no Santiago Bernabéu dependerá única e exclusivamente de títulos, e caso eles não venham, as portas estarão abertas à Marcelo Gallardo.

Deixar um comentário

Menu