Atlético Madrid x Chelsea

Devido ao aumento do número de contaminados pela Covid-19 na Espanha, o confronto desta terça-feira (23) entre Atlético de Madrid x Chelsea será realizado na arena Nacional de Budapeste. O duelo válido pelo jogo de ida das oitava-de-final da Champions League começa a partir das 17:00 (de Brasília).

Atlético de Madrid

Não seria nenhum equívoco afirmar que a campanha do Atlético de Madrid foi decepcionante na fase de grupos da Champions League, afinal, os colchoneros colecionaram duas vitórias, três empates e uma derrota em seis jogos disputados. Contudo, os nove pontos ganhos pelos comandados de Diego Simeone foram suficientes para que eles avançassem às oitavas-de-final da competição pela sétima vez nas últimas oito temporadas.
Em contrapartida, o mesmo não podemos dizer em relação ao desempenho do Atlético de Madrid nos torneios de âmbito nacional, em especial pela LaLiga. Para se ter uma ideia, os rojiblancos ocupam o topo da tabela da liga espanhola com 55 pontos, isto é, três à frente do Real Madrid, que soma um jogo a mais no campeonato.
O zagueiro José Giménez está fora de combate em virtude de um problema no músculo adutor da coxa esquerda. Além dele, o lateral-direito Kieran Trippier também não jogará, porém este em razão de uma punição imposta pela Federação Inglesa de Futebol.

Chelsea

Através dos altíssimos investimentos realizados pelo Chelsea antes do início da temporada, fica evidente que o objetivo do time era realmente brigar pelo título inglês. Entretanto, o pífio futebol praticado pelos londrinos levou-os a uma sucessão de maus resultados, o que culminou com a saída de Frank Lampard do clube. Ainda assim, os Blues conseguiram avançar às oitavas-de-final da Champions League como líderes do grupo E.
Acontece, que esta troca no comando técnico da equipe surtiu o efeito esperado pelos lados do Stamford Bridge, tanto é, que o Chelsea continua invicto desde a chegada de Thomas Tuchel, acumulando cinco vitórias e dois empates sob a batuta do treinador alemão. Consequentemente, os Blues saltaram da nona à quinta posição na tabela da Premier League, entrando novamente na briga pelo G-4.
Por fim, o departamento médico do Chelsea vetou a presença do zagueiro Thiago Silva, em decorrência de uma lesão muscular.

Dados Estatísticos

O histórico do confronto aponta que ambas equipes se enfrentaram sete vezes ao longo da história. E o equilíbrio é a marca registrada deste embate visto que tanto o Atlético de Madrid quanto o Chelsea, contabilizam duas vitórias cada um, ao passo que o empate prevaleceu em outras três oportunidades.
O duelo mais emblemático envolvendo os dois clubes ocorreu pelas semifinais da Champions League 2013/14. Na ocasião, o Atlético de Madrid eliminou o Chelsea da competição em função da vitória por 3 a 1 no jogo de volta em pleno Stamdord Bridge, lembrando que o jogo de ida terminou empatado sem gols no antigo estádio Vicente Calderón.
Vale ressaltar ainda, que das onze eliminatórias europeias disputadas contra adversários espanhóis, o Chelsea saiu como vencedor em apenas quatro. Por outro lado, o Atlético de Madrid superou oponentes ingleses em nove de onze confrontos mata-matas.
Curiosamente, o Chelsea obteve uma vitória e uma derrota em duas partidas disputadas na arena Nacional de Budapeste até hoje, enquanto o Atlético de Madrid perdeu o único jogo lá realizado.

Escalações

Atlético de Madrid (3-5-2): Oblak; Savic, Felipe e Hermoso; Llorente, Kondogbia, Koke, Saúl e Renan Lodi; João Félix e Luis Suárez. Técnico: Diego Simeone.

Chelsea (3-4-3): Mendy; Azpilicueta, Christensen e Rudiger; Reece James, Kanté, Jorginho e Marcos Alonso; Mount, Abraham e Timo Werner. Técnico: Thomas Tuchel.

Previsão

Mais uma vez o Atlético de Madrid terá um time inglês pela frente nas oitavas-de-final da Champions League. Para quem não se recorda, os colchoneros superaram o poderoso Liverpool neste estágio da edição anterior do torneio, e detalhe, derrotando-o em Anfield – na prorrogação por 3 a 2. Pois é, esta histórica vitória demonstra quanto o time madrilenho se consolidou no cenário do futebol europeu sob o comando de Diego Simeone. Aliás, isso prova que o fator campo não pesará negativamente contra o copeiro Atleti, acostumado a jogar grandes jogos.
Do outro lado, o Chelsea chega totalmente renovado para disputar os primeiros noventa minutos desta verdadeira decisão na arena Nacional de Budapeste, sobretudo por conta da enorme evolução do time após a vinda de Thomas Tuchel. Além disso, os Blues se apegam no momento instável vivido pelos espanhóis, que venceram somente um dos últimos quatro compromissos.
Palpite: Atlético Madrid 1 x 1 Chelsea

Deixar um comentário

Menu