Rumo à inédita vaga na Champions League

Terceiro colocado na tabela da LaLiga, o surpreendente Getafe, continua firme e forte a sua luta por uma vaga na próxima edição da Champions League, um feito que seria comemorado como um verdadeiro título pelos torcedores do Azulão.

Getafe Club de Fútbol, clube espanhol fundado no ano de 1983, situado na cidade de Getafe, região metropolitana de Madrid. Embora esta jovem agremiação de apenas 37 anos de existência, não tenha nenhum título expressivo em sua sala de troféus, ele vem dando bastante o que falar na atual temporada, afinal, o Azulão ocupa a terceira posição na classificação da LaLiga, atrás apenas dos poderosos Real Madrid e Barcelona, e à frente dos tradicionais Valência, Sevilla, Atlético de Madrid e Athletic Bilbao, ou seja, uma campanha digna de aplausos para o time que tem somente o 11º elenco mais caro do campeonato.

Acontece, que o excelente momento vivido pelo Getafe não é obra do acaso, muito pelo contrário, o maior responsável pelo sucesso recente do Geta é o treinador José Bordalás, de 55 anos, que chegou ao Coliseu Alfonso Pérez em 2016, e desde então, só fez a equipe evoluir dentro das quatro linhas. Uma prova disso, é que sob o comando de Bordalás, o Azulão regressou à elite do futebol espanhol na temporada 2016/17, depois de passar um ano na segunda divisão em virtude do rebaixamento na edição 2015/16 da LaLiga, naquele que veio a ser o primeiro descenso na história do time.

Pepe Bordalás acumula 70 vitórias, 43 empates e 41 derrotas em 154 jogos à frente do Getafe, obtendo 54,7% de aproveitamento através desta performance.
Pepe Bordalás acumula 70 vitórias, 43 empates e 41 derrotas em 154 jogos à frente do Getafe, obtendo 54,7% de aproveitamento através desta boa performance.

Novamente no alto escalão do futebol espanhol, o Getafe continuou em franca ascensão, tanto é, que a equipe terminou a edição 2017/18 da LaLiga na oitava posição da tabela. E não para por aí, visto que no ano seguinte, o Azulão encerrou o campeonato ocupando o 5º posto da classificação, somando 59 pontos ganhos, realizando assim, a sua melhor campanha na história do campeonato, superando inclusive o Getafe, de Míchel, sexto colocado na temporada 2009/10 com 58 pontos.

A incrível campanha dos pupilos de José Bordalás na temporada passada, garantiu ao Getafe uma vaga na Europa League, após oito longos anos ausente de competições continentais. Aliás, devido a vice-posição no grupo C, os espanhóis conseguiram avançar à fase 16 avos de final do torneio, aonde terão o Ajax pela frente. Consequentemente, o Azulão bateu mais um novo recorde, já que ele jamais havia se classificado aos mata-matas da Europa League.

Curiosamente, quatro atletas uruguaios compõe o elenco do Getafe. Já em relação aos brasileiros, apenas Kennedy e Deyverson integram o plantel do Azulão.
Curiosamente, quatro atletas uruguaios compõe o elenco do Getafe. Já em relação aos brasileiros, apenas Kenedy e Deyverson integram o plantel azul.

Vale ressaltar, que o futebol praticado pelo Getafe não é de encher os olhos, uma vez que a principal característica da equipe é jogar no erro do adversário. Posicionado no 4-4-2, o Geta tem uma defesa bastante sólida, isso explica porque o Azulão é dono da 4ª melhor defesa da LaLiga com apenas 20 tentos sofridos em 23 jogos, além de ser o terceiro time do campeonato que passou menos partidas sem ser vazado, colecionando 10 rodadas sem sofrer gols. Tudo mérito de sua fortíssima linha de quatro defensiva, composta por Damián Suárez, Xabi Etxeita, Djené e Mathías Olivera, e pela eficiência dos volantes Mauro Arrambarri e Nemanja Maksimovic, dois verdadeiros cães de guardas no meio-campo.

No setor ofensivo, destaques para Ángel Rodríguez, artilheiro da equipe na temporada com 13 gols marcados, e para o experiente Jorge Molina, de 37 anos de idade. Além deles, o atacante Jaime Mata e o meia-direita Marc Cucurella, líder de assistências do time na LaLiga e uma das maiores revelações do futebol espanhol, também se sobressaem. A propósito, Cucurella, que é lateral-direito de origem, foi deslocado para atuar um pouco mais à frente pelo técnico Pepe Bordalás, em decorrência de sua velocidade, seus precisos cruzamentos, e da sua habilidade com a redonda nos pés.

Outro detalhe curioso, é que dos 42 pontos conquistados pelo Getafe até aqui na LaLiga, 24 foram obtidos no Coliseu Alfonso Pérez (4ª melhor campanha como mandante), à medida que 18 vieram em partidas nas quais o Geta atuou como visitante (3ª melhor campanha como visitante), ou seja, o rendimento do time é bom tanto dentro quanto fora de casa. Assim, José Bordalás segue regendo este esquadrão que tornou-se a grande sensação do futebol espanhol na temporada, e o sucesso alcançado pelo Azulão já está fazendo os torcedores sonharem com a inédita vaga na Champions League, isto é, um sonho nada distante da realidade.

 

 

Deixar um comentário

Menu