Sevilla x Inter de Milão

Após uma longa e árdua caminhada, Sevilla e Inter de Milão decidirão na tarde desta sexta-feira (21), qual deles encerrará a temporada erguendo o caneco da Europa League. O confronto entre espanhóis e italianos começa a partir das 16:00 (de Brasília) no RheinEnergieStadion, em Colônia.

Sevilla

Podemos dizer que a Europa League é o habitat natural do Sevilla, afinal, a equipe andaluz já faturou a competição cinco vezes ao longo da trajetória, sendo assim, o maior vencedor do torneio até hoje. Apesar deste incrível histórico, os nervionenses tiveram de suar a camisa para superar o Manchester United na semifinal, sobretudo porque os ingleses saíram na frente do marcador, obrigando os pupilos de Julen Lopetegui a virarem o jogo – com gols de Suso e Luuk de Jong.
Ademais, é importante salientar que o Sevilla permanece invicto desde a retomada do futebol na Europa, colecionando o montante de 9 vitórias e 5 empates em 14 jogos disputados no período pós pandemia. Logo, fica evidente porque os rojiblancos terminaram a LaLiga na terceira colocação da tabela, somente atrás dos poderosos Real Madrid e Barcelona, respectivamente.
O treinador Julen Lopetegui terá força máxima na decisão da Europa League, tendo em vista que o departamento médico sevillista segue às moscas.

Inter de Milão

Do outro lado, a Internazionale chega motivadíssima para encarar o Sevilla na decisão da Europa League, isso porque o time italiano atropelou o Shakhtar Donetsk por 5 a 0 na semifinal do torneio. Além disso, os comandados de Antonio Conte atravessam um ótimo momento, não à toa, eles perderam somente uma partida – do Bologna por 2 a 1 – desde o retorno da temporada após a quarentena.
Embora eliminada na fase de grupos da Champions League, é certo afirmar que a Inter de Milão realizou uma boa temporada, tanto é, que os nerazzurris ficaram com o vice-título do Calcio – a um ponto da eneacampeã Juventus -, um feito que eles não alcançavam desde a temporada 2010/11. Portanto, o esforço feito pela diretoria interista para contratar e bancar os salários de Romelu Lukaku, Christian Eriksen, Ashley Young, Alexis Sánchez, Diego Godin e do treinador Antonio Conte, valeu a pena no final das contas.
O volante Matías Vecino está fora de combate, em decorrência de uma contusão no joelho.

Você sabia?

O registro histórico do confronto aponta que Sevilla e Inter de Milão jamais se enfrentaram anteriormente, deste modo, este será o primeiro encontro entre os dois clubes.
Cinco vezes campeão da Europa League (2006, 2007, 2014, 2015 e 2016), o Sevilla além de ser o maior vencedor do torneio, jamais foi derrotado em uma decisão, ao contrário da Inter de Milão, que já venceu a competição em três oportunidades (1991, 1994 e 1998), porém foi derrotada na finalíssima da temporada 1996/97.
Em 13 jogos contra adversários italianos, o Sevilla obteve seis vitórias, dois empates e cinco derrotas, ao passo que a Internazionale contabiliza 14 vitórias, 11 empates e 18 derrotas em 43 partidas frente oponentes espanhóis.
Curiosamente, a última final de Europa League envolvendo clubes espanhóis e italianos, ocorreu em 1977, época em que o torneio ainda era chamado de Copa da UEFA. Na ocasião, a Juventus superou o Athletic Bilbao na decisão.

Escalações

Sevilla (4-3-3): Bounou; Jesús Navas, Koundé, Diego Carlos e Reguilón; Joan Jordán, Fernando e Éver Banega; Ocampos, En-Nesyri e Suso. Técnico: Julen Lopetegui.

Internazionale (3-5-2): Handanovic; Godín, de Vrij e Bastoni; D’Ambrosio, Gagliardini, Barella, Brozovic e Ashley Young; Lautaro Martínez e Lukaku. Técnico: Antonio Conte.

Previsão

A finalíssima desta sexta-feira reunirá os dois maiores vencedores da Europa League, o que significa que teremos um duelo de gigantes no RheinEnergieStadion.
Apesar da ótima fase da dupla “La-Lu” (Lautaro e Lukaku), que juntos marcaram 54 gols na temporada, o setor defensivo da Inter de Milão é, certamente, o ponto forte da equipe. Isso explica porque os nerazzurris são donos da melhor defesa da Europa League com apenas dois tentos sofridos, fazendo jus a escola italiana de futebol. Por esta razão, balançar as redes não será uma tarefa nada fácil aos sevillistas.
Ainda que o Sevilla tenha superado fortes oponentes como Roma, Wolverhampton e Manchester United nas fases anteriores, é bastante improvável vê-lo regressar à Andaluzia com a sexta taça da Europa League na bagagem.
Palpite: Sevilla 1 x 2 Inter de Milão.

Deixar um comentário

Menu