Brasileirão

11 Posts Back Home

A demissão de Ceni não resolveria os problemas do Flamengo

Com a abrupta queda de rendimento do Flamengo na reta final do Brasileirão, o técnico Rogério Ceni segue cada vez mais pressionado na Gávea. Mas seria justo atribuir toda a culpa da má fase flamenguista apenas ao treinador? Não é surpresa para ninguém que o treinador de uma equipe é sempre o primeiro a ser demitido em um momento crítico vivido por um clube brasileiro. Infelizmente, esta é a cultura do nosso país. Não à toa, quando este “fenômeno” não acontece, o presidente ou dirigente desta determinada agremiação fica até marcado na história, como é o caso de Andrés Sánchez, que em 2011, manteve o técnico Tite no comando do Corinthians mesmo após a surpreendente eliminação diante do Tolima na fase pré-eliminatória da Copa Libertadores. Contudo, a verdade é que não existe uma lógica para decidir se um treinador deve – ou não – ficar à frente de uma equipe…

Rogério Ceni, o novo treinador do Flamengo

Menos de 24 horas após confirmar a saída de Domènec Torrent, a diretoria do Flamengo anunciou oficialmente que Rogério Ceni será o novo comandante rubro-negro, notícia esta, que não agradou em nada os torcedores de Fortaleza e São Paulo. A passagem de Domènec Torrent pelo futebol brasileiro durou apenas 98 dias. Como todos nós sabíamos, o treinador que assumisse o comando técnico do Flamengo após a saída de Jorge Jesus teria uma indigesta missão pela frente, tendo em vista o enorme sucesso alcançado pelo técnico português na equipe carioca. Pois é, e no final das contas o ex-auxiliar de Pep Guardiola não suportou a pressão que se instaurou no Ninho do Urubu depois das goleadas sofridas pelo Mengão diante de São Paulo e Atlético Mineiro, por 4 a 1 e 4 a 0, respectivamente. Em 24 jogos à frente do Flamengo, o técnico catalão colecionou 14 vitórias, 4 empates e…

Esperança esmeraldina

Recém-promovido à elite do futebol brasileiro, o Goiás segue a sua incessante luta para assegurar uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores, uma façanha que seria comemorada como um verdadeiro título por toda a nação esmeraldina. Como não poderia deixar de ser, o objetivo principal do Goiás antes do início do Brasileirão era evitar o rebaixamento, uma meta totalmente comum para os clubes vindos da Série B. Acontece, que o time goiano viveu uma montanha russa de emoções durante todo o ano pelo Campeonato Brasileiro, uma vez que o Esmeraldino começou muito bem a sua caminhada na competição, tanto é, que a equipe na época comandado pelo técnico Claudinei Oliveira, ocupava a sexta posição na tabela do torneio, obtendo 62,5% de aproveitamento no período de paralisação da competição em virtude da disputa da Copa América. Todavia, esta pausa acabou sendo extremamente prejudicial para o conjunto alviverde. Não à toa, o Goiás encerrou o primeiro turno do Brasileirão com a pior campanha…

Série B é coisa do passado!

Foram exatos 21 longos anos de espera para que enfim o Bragantino retornasse à elite do futebol brasileiro. E a franquia tupiniquim da empresa fornecedora de bebidas energéticas, Red Bull, promete vir forte para a disputa do Brasileirão em 2020. Como já era esperado, o projeto da Red Bull de chegar ao patamar mais alto do futebol brasileiro se concretizou na noite de ontem, quando o Bragantino bateu o Guarani por 3 a 1 no estádio Nabi Abi Chedid, em partida válida pela 33ª rodada da Série B do Brasileirão 2019. Este resultado, garantiu o acesso da equipe de Bragança Paulista com cinco rodadas de antecedência. A propósito, a campanha dos pupilos de Antônio Carlos Zago foi realmente incrível na competição, visto que eles colecionaram o total de 19 vitórias, 8 empates e apenas seis derrotas em 33 jogos, obtendo assim, 65,7% de aproveitamento no campeonato. Diante de todo este cenário, fica evidente que…

Mais um ano se passou e nada mudou no Morumbi!

A 5ª colocação no Brasileirão 2018, garantiu ao São Paulo uma vaga na fase pré-eliminatória da Copa Libertadores 2019, mesmo assim os torcedores são-paulinos continuam descontentes com o clube, isso porque o Tricolor Paulista encerrou o 1º turno do Campeonato Brasileiro na liderança da tabela, mas por conta do péssimo 2º turno realizado (somou apenas 22 pontos), a equipe do Morumbi encerrou o ano extremamente em baixa. Balanço de 2018 As expectativas dos são paulinos eram grandes em relação ao sucesso da equipe no início deste ano, afinal, o departamento de futebol do São Paulo estava sendo composto por Raí, Ricardo Rocha e Diego Lugano, isto é, três ídolos do clube. Além disso, a diretoria investiu mais de 50 milhões de reais para trazer ao time os jogadores Diego Souza, Everton, Santiago Tréllez, Nenê, Jean, Joao Rojas, Bruno Peres, e oficializar a compra em definitivo do volante Jucilei. Entretanto, assim como ocorreu nas últimas cinco temporadas, o Tricolor…

Alívio nas Laranjeiras

Emocionante, assim podemos descrever a vitória do Fluminense sobre o América Mineiro por 1 a 0 na tarde de ontem (02), resultado este, que garantiu a permanência da equipe das Laranjeiras na elite do futebol brasileiro, e consequentemente, levou ao êxtase os mais de 30 mil tricolores presentes no Maracanã. Momento delicado O embate do Fluminense diante do América Mineiro era literalmente de vida ou morte aos cariocas, afinal, uma derrota levaria o time quatro vezes campeão nacional ao longo da história, à Série B do Campeonato Brasileiro em 2019. Por esta razão, os torcedores do Fluzão compareceram em peso ao Maracanã para apoiar o Tricolor das Laranjeiras na última rodada do Brasileirão. Vale ressaltar, que o Nense estava há oito jogos consecutivos sem vencer e nem marcar gols. Além disso, no meio de semana, ele havia sido eliminados das semifinais da Copa Sul-Americana pelo Atlético Paranaense, motivo que causou a demissão do treinador Marcelo Oliveira do comando técnico da equipe por parte…

Furacão devastador

Os torcedores do Atlético Paranaense viveram um grande drama no início do Campeonato Brasileiro, tanto é, que o time na época comandado por Fernando Diniz, chegou a ocupar a penúltima posição na tabela da competição. Entretanto, a promoção do novato treinador Tiago Nunes, foi preponderante para a evolução do Furação no Brasileirão. Quando Fernando Diniz foi apresentado pela diretoria como o novo técnico do Rubro-Negro no início do ano, uma série de ponderações foram feitas pelos torcedores da equipe, afinal, o estilo de jogo utilizado pelo treinador vice-campeão paulista em 2017 é extremamente ofensivo, ousado e dotado de conceitos dificilmente usados no futebol brasileiros. Justamente por este motivo, o Atlético Paranaense optou por disputar o campeonato estadual com o time de Aspirantes, sob o comando de Tiago Nunes, enquanto o time principal, dirigido por Fernando Diniz, se prepararia exclusivamente para o Brasileirão e a Copa do Brasil. Como já era esperado, a passagem de Fernando Diniz…

1º turno emocionante

Quando dizemos que o Brasileirão é o campeonato de futebol mais disputado do mundo, é porque nele diversos clubes têm a oportunidade de conquistar o título, diferentemente de outras ligas, como a alemã por exemplo, aonde já sabemos de antemão que o Bayern Munique será o campeão. Por esta razão, o Campeonato Brasileiro 2018 chega na 20ª rodada completamente em aberto, dando mostras de que o 2º turno nos promete grandes emoções. Emoção nas duas pontas da tabela Na noite de ontem, o jogo entre Vasco x Ceará, que terminou empatado por 1 a 1 em São Januário, determinou o encerramento do 1º turno do Campeonato Brasileiro 2018. Passadas as 19 primeiras rodadas da competição, já é possível notarmos que São Paulo, Internacional, Flamengo, Grêmio, Atlético Mineiro e Palmeiras, ou seja, os seis primeiros colocados da tabela, certamente brigarão pelo título do torneio, visto que apenas oito pontos separam o líder, São Paulo, do sexto colocado, Palmeiras. Mas não…

A bruxa está solta em São Januário

A campanha do Vasco da Gama na edição anterior do Brasileirão, foi realmente acima das expectativas, afinal, o time na época comandado por Zé Ricardo conseguiu a inusitada classificação à Copa Libertadores. Por essa razão, os torcedores vascaínos estavam empolgadíssimos em relação ao desempenho da equipe na atual temporada. Entretanto, ao contrário do que todos imaginavam, o ano de 2018 está sendo um verdadeiro pesadelo na vida dos Cruz-Maltinos. O principal objetivo estipulado pela diretoria do Vasco na temporada passada, era permanecer na Série A do Campeonato Brasileiro, mas de maneira surpreendente, o conjunto de São Januário terminou a competição na sétima posição da tabela, e por este motivo garantiu uma vaga na fase pré-eliminatória da Copa Libertadores. Como não poderia deixar de ser, a torcida vascaína entrou em êxtase, até porque o time carioca não disputava o maior torneio do continente sul-americano desde 2012, há exatos seis anos. No entanto, toda a confiança…

Procura-se um zagueiro

O início do Atlético Mineiro no Campeonato Brasileiro foi realmente animador, afinal, o Galo encerrou o período pré Copa do Mundo na vice-posição do Brasileirão com 23 pontos, quatro atrás do líder Flamengo. Por esta razão, os atleticanos esperavam que a equipe voltasse ainda mais forte depois do Mundial da Rússia, porém isso não aconteceu, e consequentemente, os pupilos de Thiago Larghi seguem despencando na tabela. Muitos torcedores comemoravam o fato do Brasileirão parar durante a disputa da Copa do Mundo de 2018, isso porque os treinadores aproveitariam esta pausa para realizar uma mini pré-temporada, e obviamente, ajustar as suas respectivas equipes. Mas com certeza este pensamento se encaixava somente aos clubes que não estavam bem na competição, ao contrário dos concorrentes que ocupavam os primeiros postos da tabela, que desejavam que o torneio continuasse à todo vapor, haja vista a boa fase deles no campeonato. Por este exato motivo, a pausa referente a Copa do…

O aguerrido São Paulo de Aguirre

A péssima gestão do ex-presidente do São Paulo Carlos Miguel Aidar, e do atual mandatário Tricolor, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, levaram os torcedores são-paulinos a viverem dias extremamente tensos nos últimos anos. Não à toa, o time lutou contra o rebaixamento na edição anterior do Campeonato Brasileiro, e quando a equipe terminou a competição na 13ª posição da tabela, a torcida comemorou essa façanha como se fosse um título. Na tentativa de mudar todo este cenário e recolocar o São Paulo novamente em seu devido lugar, Leco enfim acertou, pois contratou o eterno ídolo Raí, para ser o novo diretor de futebol do clube, e a partir daí, as coisas definitivamente fluíram no Morumbi. Novos rumos A primeira iniciativa de Raí como diretor de futebol, foi trazer ao seu lado pessoas competentes que pudessem ajudar os jogadores são-paulinos a recuperarem o prazer de vestir a camisa vermelha, branca e…

Menu