Maurizio Sarri

4 Posts Back Home

Juventus, eneacampeã italiana 2019/20

Ver a Juventus encerrar as temporadas dando a volta olímpica tornou-se rotina no futebol italiano. Não à toa, os bianconeros conquistaram o scudetto do Calcio pela NONA vez consecutiva após a vitória diante da Sampdoria por 2 a 0 no encerramento da 36ª rodada da Serie A. Apesar da enorme tradição da Juventus, nem o torcedor mais fanático do clube imaginava que a Vecchia Signora dominaria o futebol italiano durante toda a atual década. Pois é, a dinastia da Juve na Itália teve início a partir da temporada 2011/12, quando o time na época comandado por Antonio Conte ergueu o primeiro da série de nove títulos seguidos ganhos pelos bianconeros, um feito jamais alcançado por nenhuma outra agremiação ao longo da história. No geral, foram três scudettos conquistados sob a batuta de Conte, cinco sob a de Massimiliano Allegri, ao passo que o mais recente deles, deu-se com Maurizio Sarri…

Dinastia ameaçada

Os bons resultados obtidos pela Juventus antes da paralisação da temporada, não foram suficientes para esconder que o futebol praticado pela equipe vinha deixando bastante à desejar. Por este motivo, os bianconeros precisarão melhorar muito no período pós pandemia, para que o sonho de reerguer a orelhuda após 24 anos torne-se, enfim, realidade. A temporada 2019/20 tem sido bastante atípica aos bianconeros, e não somente por conta da paralisação em virtude da pandemia do novo coronavírus, mas sim, pelo fato da disputa pelo scudetto do Calcio estar totalmente em aberto, lembrando que ainda restam 12 rodadas para o término da Serie A. Para se ter uma ideia, a Juventus, líder da competição com 63 pontos ganhos, está apenas um ponto à frente da Lazio. Logo, esta apertada vantagem demonstra que os adversários da Juve evoluíram de forma considerável desde o ano passado, já que o time de Turim obtém ótimos 80,7% de aproveitamento no torneio. E para chegar a esta conclusão, realizamos…

Chelsea, campeão da Europa League 2018/19

A noite do dia 29/05/2019 ficará marcada eternamente na memória dos torcedores do Chelsea, afinal, nela os Blues faturaram a taça da Europa League pela segunda vez na história, e detalhe, vencendo o vizinho Arsenal, por 4 a 1, em Baku. Os Blues viveram um turbilhão de emoções ao longo da temporada, afinal, eles iniciaram a sua jornada na Premier League de maneira incrível, lutando diretamente com Manchester City e Liverpool, pela liderança do campeonato. Para se ter uma ideia, o Chelsea permaneceu invicto até a 13ª rodada da competição, quando tropeçou diante do Tottenham por 3 a 1, em meados de novembro. E foi exatamente a partir deste revés, que os comandados de Maurizio Sarri literalmente sucumbiram, deixando de brigar pelo título e vivendo momentos bastante conturbados. Os momentos aos quais me refiro são referentes aos descontroles de Maurizio Sarri, que perdeu a paciência à frente da equipe. O primeiro ato que comprova esta…

Com os dias contados

A trajetória de Maurizio Sarri à frente do Chelsea está prestes a chegar ao fim, aliás, seria algo realmente inusitado vermos o trenador italiano terminar a temporada no comando dos Blues. Uma pena, porque depois do surpreendente trabalho de Sarri pelo Napoli, muito mais se esperava dele em Stamford Bridge. Todos nós sabemos que a vida de um treinador depende totalmente de resultados positivos, é triste mas é a dura realidade do futebol. Caso este profissional acumule uma sequência de cinco ou seis derrotas consecutivas, ele com certeza estará com a corda no pescoço. E ao contrário do que muitos imaginavam, o técnico do Chelsea, Maurizio Sarri, está vivendo isso na pele, tanto é, que a diretoria do clube londrino deu o prazo de três jogos para que o comandante italiano garanta sua permanência no cargo pelo menos até o final da temporada. Depois de uma excelente passagem pelo Empoli, em 2015, o na época desconhecido, Maurizio Sarri, foi contratado pelo Napoli…

Menu