Celtic, octacampeão escocês 2018/19

A Escócia amanheceu verde e branca na manhã deste domingo, afinal, o Celtic ergueu pela oitava vez consecutiva, o título da Scottish Premiership, fazendo prevalecer uma uma vez mais, a sua hegemonia no futebol escocês.

O cenário para o octacampeonato do Celtic não era tão favorável aos Hoops, sobretudo porque eles teriam pela frente a indigesta tarefa de encarar o Aberdeen, 3º colocado na Scottish Premiership, no Pittodrie Stadium. Invictos na liga escocesa em 2019, os comandados de Neil Lennon literalmente atropelaram os anfitriões, derrotando-os por 3 a 0, com gols de Mikael Lustig, Jozo Simunovic e Odsonne Edouard. Desta maneira, os católicos abriram doze pontos de diferença em relação ao vice-colocado, Rangers, e como restam somente duas rodadas para o término da competição, o conjunto de Parkhead sagrou-se campeão de forma antecipada.

Isolados na ponta da tabela da Scottish Premiership com 84 pontos ganhos, o Celtic coleciona o total de 26 vitórias, 6 empates e quatro derrotas em 36 jogos disputados, obtendo assim, 77,7% de aproveitamento no campeonato. Além disso, os Hoops são donos tanto da melhor campanha como mandantes quanto como visitantes, já que os octacampeões escoceses não perderam nenhuma partida atuando no Celtic Park, somando o montante de 50 pontos em seus domínios (16 V – 2 E), à medida que fora de casa, eles contabilizaram 34 pontos (10 V – 4 E – 4 D).

O francês Odsonne Edouard é o artilheiro do Celtic na Scottish Premiership com 14 tentos, três a menos que o artilheiro do campeonato, Alfredo Morelos.
O francês Odsonne Edouard é o artilheiro do Celtic na Scottish Premiership com 14 tentos, três a menos que o artilheiro do campeonato, Alfredo Morelos, que balançou as redes em 17 oportunidades.

O resultado positivo diante do Aberdeen, que garantiu o octacampeonato dos Hoops, foi bastante comemorado também pelas autoridades da cidade de Glasgow, pois no próximo final de semana, será realizado o Old Firm, tradicional clássico entre Celtic x Rangers, considerado um dos dérbis de maior rivalidade do futebol mundial. Vale ressaltar, que na atual edição da Scottish Premiership, os eternos rivais escoceses já se enfrentaram em três ocasiões, sendo que os católicos obtiveram duas vitórias (1 x 0, e 2 x 1), mediante um triunfo do Rangers (1 x 0).

No entanto, a caminhada do Celtic rumo ao oitavo caneco nacional consecutivo não foi tão fácil quanto aparenta, dado que o time alviverde de Glasgow perdeu o treinador Brendan Rodgers no meio da temporada, quando o ex-técnico do Liverpool aceitou a proposta para comandar o Leicester. Para se ter uma ideia, Brendan Rodgers esteve à frente dos Hoops até a 27ª rodada da Scottish Premiership, lembrando que naquela oportunidade, ainda faltavam nove rodadas para o fim do campeonato. Dali em diante, o interino Neil Lennon assumiu a equipe, e a conduziu com maestria até a conquista do título.

Ídolo: o volante Scott Brown ergueu a taça da Scottish Premiership pela nona vez vestindo a camisa do Celtic.
Ídolo: o capitão Scott Brown ergueu a taça da Scottish Premiership pela nona vez defendendo as cores do Celtic.

Embora Neil Lennon tenha sido essencial para a conquista do octa escocês, o técnico de 47 anos de idade ainda tem o nome bastante contestado por grande parte da torcida do Celtic. Os números do treinador também impressionam, tanto é, que em 11 partidas no comando dos Hoops até aqui, ele obteve oito vitórias e três empates, registrando 81,8% de aproveitamento à frente da equipe. A intenção da diretoria é aguardar o término da temporada para decidir o futuro de Neil Lennon, que terá como uma espécie de “ultimato”, o duelo diante do Hearts pela final da Copa da Escócia no próximo dia 25.

Com mais este troféu no currículo, o Celtic faturou o caneco da Scottish Premiership pela 50º vez ao longo da história, permanecendo ainda assim, atrás do Rangers, maior vencedor do torneio, com 54 títulos. Em seguida, aparecem as equipes de Aberdeen, Hearts e Hibernian todas juntas com quatro canecos cada. Completam a lista de campeões escoceses, os times de Dumbarton (2), Dundee United (1), Dundee (1), Kilmanorck (1), Motherwell (1) e Thirds (1). Com o octacampeonato, o Celtic está prestes a igualar as maiores sequências de conquistas nacionais do futebol escocês (nove), que pertencem ao próprio Celtic no período de 1966 a 1974, e ao Rangers, de 1989 a 1997.

Nas últimas duas rodadas da Scottish Premiership, os Hoops cumprirão tabela nos jogos contra o Rangers (F) e frente o Hearts (C). Depois disso, os católicos disputarão a final da Copa da Escócia no mítico estádio Hampden Park. Aliás, o Celtic entrará em campo buscando o tricampeonato do torneio, e caso o conquiste, a equipe encerrará a temporada faturando a tríplice coroa (Campeonato Escocês + Copa da Escócia + Copa da Liga Escocesa) pela terceira vez consecutiva, provando ser a verdadeira dona do futebol escocês.

Deixar um comentário

Menu