Que venham os novos desafios

Depois de conseguir a façanha de chegar nas semifinais da Champions League na edição anterior do torneio continental, o Ajax, que segue com Erik ten Hag no comando da equipe, está pronto para iniciar a nova temporada que está por vir.

A temporada 2018/19 foi realmente memorável aos Godenzonens, afinal, eles não disputaram o tão desejado título da Champions League por questão de segundos, visto que o gol marcado pelo brasileiro Lucas nos acréscimos do jogo de volta das semifinais da competição, tirou o time de Amsterdam da final do torneio. Apesar de toda a enorme dor sofrida por conta desta dura eliminação em plena Johan Cruijff Arena, a sensação de dever cumprido entre os atletas do Ajax permaneceu intacta, sobretudo porque os holandeses foram a grande sensação do futebol europeu devido ao seu ofensivo e irreverente estilo de jogo.

Ademais, outros fatores que colaboraram para que a temporada 2018/19 do Ajax tivesse um balanço extremamente positivo no final das contas, foram os títulos conquistados pelo time da capital holandesa. Depois de passarem longos cinco anos sem vencer a Eredivisie, os Godenzonens enfim ergueram o caneco da liga nacional pela 34ª vez na história. A propósito, eles encerraram a sua participação na competição marcando o montante de 119 gols em 34 jogos. Além disso, os comandados de Erik ten Hag também faturaram a Copa da Holanda, após derrotarem o Willem II por 4 a 0 na final, lembrando que o conjunto de Amsterdam não fazia a dobradinha no futebol holandês há exatos 15 anos.

Rasmus Kristensen of Ajax, Joel Veltman of Ajax, Matthijs de Ligt of Ajax, Donny van de Beek of Ajax, David Neres of Ajax, Daley Sinkgraven of Ajax, Klaas Jan Huntelaar of Ajax, Dusan Tadic of Ajax, Noussair Mazraoui of Ajax, Carel Eiting of Ajax, Lisandro Magallan of Ajax, Daley Blind of Ajax, Hassane Bande of Ajax, Zakaria Labyad of Ajax, Lasse Schone of Ajax, Frenkie de Jong of Ajax, Hakim Ziyech of Ajax, Lassina Traore of Ajax, Ajax goalkeeper Andre Onana, Kasper Dolberg of Ajax, Ajax goalkeeper Kostas Lamprou, Perr Schuurs of Ajax, Ajax goalkeeper Bruno Varela, Dani de Wit of Ajax, Nico Tagliafico of Ajax, Vaclav Cerny of Ajax, Ajax goalkeeper Dominik Kotarski, Noa Lang of Ajax, Ryan Gravenberch of Ajax, Jurgen Ekkelenkamp of Ajax, Ajax coach Erik ten Hag, Ajax assistant trainer Alfred Schreuder, Ajax assistant trainer Richard Witschge, Ajax assistant trainer Aron Winter, Ajax team manager Jan Siemerink with the Dutch Eredivisie trophy, dish during the Dutch Eredivisie match between De Graafschap Doetinchem and Ajax Amsterdam at De Vijverberg stadium on May 15, 2019 in Doetinchem, The Netherlands(Photo by VI Images via Getty Images)
O Ajax, de Erik ten Hag, é dono do melhor ataque da história da Eredivisie, uma vez que a equipe de Amsterdam terminou a edição 2018/19 da liga, somando 119 tentos, isto é, uma verdadeira máquina de gols.

Obviamente, o objetivo do técnico Erik ten Hag é realizar uma campanha ainda melhor na temporada que está prestes a começar. Embora o comandante holandês tenha uma missão bastante indigesta pela frente, ela tornou-se mais fácil à ele, já que o possível desmanche pelo qual passaria o Ajax, acabou não acontecendo. Até aqui, do time titular, saíram apenas o zagueiro Matthijs de Ligt (Juventus) e o volante Frenkie de Jong (Barcelona), enquanto Daley Sinkgraven (Bayer Leverkusen), Vaclav Cerny (Utrecht) e Rasmus Kristensen (Red Bull Salzburg), todos integrantes da equipe reserva, também deram adeus ao clube holandês.

Vale ressaltar, que após o término da temporada 2018/19, diversos atletas do time de Amsterdam estavam na mira de grandes equipes do Velho Continente, como eram os casos dos jovens David Neres, Donny van de Beek, Hakim Ziyech, Noussair Mazraoui, Nicolás Tagliafico, André Onana, e até mesmo do experiente, Dusan Tadic. No entanto, todo aquele enorme interesse resultou apenas em míseras especulações, e para a alegria de Erik ten Hag e de toda a torcida do Ajax, o elenco dos atuais campeões holandeses continua fortíssimo.

Desde o final de 2017 no comando do Ajax, o técnico Erik ten Hag acumula 56 vitórias, 10 empates e oito derrotas, obtendo 80,18% de aproveitamento à frente da equipe.
Desde o final de 2017 no comando do Ajax, o técnico Erik ten Hag acumula 56 vitórias, 10 empates e oito derrotas, nos 74 jogos em que esteve à frente da equipe, obtendo 80,18% de aproveitamento através desta excelente performance.

Diante deste cenário, as saídas tanto de Matthijs de Ligt quanto de Frenkie de Jong, não alteraram em nada o humor do treinador Erik ten Hag, que por sua vez, segue otimista em relação ao sucesso de seu time na próxima temporada. Aliás, o outro motivo que vem animando bastante o comandante holandês, são os reforços apresentados pelo Ajax nesta janela de transferências, sendo que o principal nome trazido pelo clube holandês até o momento, foi Quincy Promes, de 27 anos, contratado junto ao Sevilla pela bagatela de 15,7 milhões de euros (aproximadamente R$ 66 milhões).

Além do veloz ponta-esquerda, mais quatro novos atletas desembarcaram em Amsterdam para defender as cores do Ajax, me refiro aos zagueiros Edson Álvarez, Lisandro Martínez e Kik Pirie, e ao meio-campista Razdan Marín. No geral, os holandeses desembolsaram o total de 56,2 milhões de euros (R$ 236,04 milhões) somente em contratações de reforços. Logo, este já é o maior investimento realizado pelo Ajax em uma única janela de transferências ao longo da história, superando inclusive os 50,65 milhões de euros (R$ 212,7 milhões) gastos pelo clube neste mesmo período no ano passado.

Com a vinda dos novos reforços, o número de jogadores que compõe o elenco do Ajax subiu para trinta integrantes (média de 24,3 anos de idade). Desta maneira, o diretor de futebol, Marc Overmars, afirmou que o clube não realizará mais nenhuma contratação nesta janela de meio de ano, a não ser que ocorra alguma saída inesperada. No próximo sábado (27), o Ajax estreará na temporada diante do rival PSV Eindhoven, em partida válida pela final da Supercopa da Holanda. Contudo, este será somente o primeiro desafio dos Godenzonens, que no início de agosto, enfrentarão o PAOK pela fase pré-Eliminatória da Champions League, portanto, como diz Galvão Bueno: haja emoção, amigo! 

 

 

 

Deixar um comentário

Menu