França x Argentina

Na manhã deste sábado, o confronto entre França x Argentina abrirá com chave de ouro, as oitavas de final da Copa do Mundo, isto é, a fase decisiva do torneio. O duelo começa a partir das 11:00 (horário de Brasília), na Arena Kazan.

França

Apesar de ter terminado a primeira fase na liderança do grupo C da Copa do Mundo com 7 pontos ganhos, colecionando duas vitórias, sendo elas sobre a Austrália (2 x 1)  e o Peru  (1 x 0), além de um empate mediante a Dinamarca (0 x 0), a invicta França definitivamente não convenceu. Isso porque a seleção francesa é considerada uma das grandes favoritas ao título mundial devido a seu excelente elenco, composto por nomes como Paul Pogba, Antoine Griezmann, Kylian Mbappé, Ousmane Dembélé, Thomas Lemar, N’Golo Kanté, entre outros. Entretanto, mesmo com este verdadeiro esquadrão em mãos, o treinador Didier Deschamps não é capaz de fazer os Les Bleus renderem o que se espera deles dentro de campo, muito pelo contrário, o que vemos na França é uma equipe desorganizada, desentrosada e muitas vezes apática, ou seja, sem ânimo para jogar.
Depois de serem poupados no embate frente a Dinamarca, o único da Copa do Mundo que terminou sem gols no placar, os jogadores Hugo Lloris, Samuel Umtiti, Paul Pogba e Kylian Mbappé estarão de volta ao time da França para enfrentar a Argentina, lembrando que Blaise Matuidi, Paul Pogba e Corentin Tolisso estão todos pendurados.

O treinador Didier Deschamps não consegue fazer a poderosa França jogar um futebol convincente. Por esta razão, ao que tudo indica, Zinedine Zidane será o novo comandante dos Les Bleus após a Copa do Mundo.
O treinador Didier Deschamps não consegue fazer a poderosa França jogar um futebol no mínimo convincente. Por esta razão, ao que tudo indica, Zinedine Zidane será o novo comandante dos Les Bleus após a Copa da Rússia.

Argentina

Ver a Argentina nas oitavas de final da Copa do Mundo é algo bastante inusitado, afinal, a campanha da Albiceleste na primeira fase foi realmente aterrorizante. Primeiro porque os argentinos estrearam na competição com um mísero empate diante da Islândia por 1 a 1, com direito a um pênalti desperdiçado por Lionel Messi. Segundo, porque no jogo seguinte contra a Croácia, os pupilos de Jorge Sampaoli sofreram uma duríssima derrota para os croatas por 3 a 0.
Desta maneira, restou ao selecionado argentino apostar todas as suas fichas na partida frente a Nigéria, pela última rodada fase de grupos do Mundial, porém a Argentina além de necessitar da vitória, precisaria torcer para um revés da Islândia que enfrentaria a líder Croácia. Através de muita garra, luta e determinação, a Albiceleste derrotou os nigerianos por 2 a 1, graças ao golaço do zagueiro Marcos Rojo aos 42 minutos da segunda etapa. Vale ressaltar que a sorte também esteve ao lado dos argentinos, já que no outro duelo, a Croácia ganhou da Islândia por 2 a 1.
Os atletas Éver Banega, Gabriel Mercado, Javier Mascherano, Lionel Messi, Marcos Acuña e Nicolás Otamendi estão todos pendurados, e logicamente preocupam Jorge Sampaoli.

O treinador Jorge Sampaoli estava prestes a perder o emprego, mas o gol de Marcos Rojo prolongou a permanência dele no comando da Albiceleste. A relação do treinador com os jogadores é a pior possível.
Jorge Sampaoli estava prestes a perder o emprego, mas o gol de Marcos Rojo garantiu a permanência dele no comando da Albiceleste. A relação do treinador com os jogadores é a pior possível.

Dados Históricos

O registro histórico do confronto aponta que ambas seleções se enfrentaram onze vezes ao longo da história, e a vantagem é da Argentina que soma seis vitórias mediante dois triunfos da França, ao passo que o empate prevaleceu nas outras três oportunidades.
O encontro mais recente envolvendo os dois selecionados, ocorreu em uma partida amistosa realizada em 2009, e na ocasião, a Argentina bateu a França por 2 a 0, com gols de Jonás Gutiérrez e Lionel Messi.
Franceses e argentinos duelaram duas vezes em Copas do Mundo, sendo que a Argentina derrotou a França tanto no Mundial de 1930 (1 x 0) como no de 1978 (2 x 1), quando eles estavam situados no mesmo grupo do torneio. Curiosamente, nestas duas edições da competição, a Albiceleste conseguiu chegar na final, perdendo em 1930 e vencendo em 1978.

A última seleção sul-americana que ganhou da França em Copas do Mundo foi justamente a Argentina, na Copa de 1978 (2 x 1).
A última seleção sul-americana que ganhou da França em Copas do Mundo foi justamente a Argentina, na Copa de 1978 (2 x 1).

Escalações

França (4-2-3-1): Lloris; Pavard, Varane, Umtiti e Lucas Hernández; Kanté e Matuidi; Mbappé, Pogba e Griezmann; Giroud. Técnico: Didier Deschamps.

Argentina (4-4-2): Armani; Mercado, Otamendi, Rojo e Tagliafico; Enzo Pérez, Mascherano, Banega e Di María; Messi e Higuaín. Técnico: Jorge Sampaoli.

Previsão

O primeiro confronto das oitavas de final da Copa da Rússia reunirá dois selecionados que ainda não engrenaram na competição, pois ao analisarmos as partidas realizadas por ambos até aqui no Mundial, notamos que França e Argentina são duas seleções bastante desorganizadas, sem um sistema de jogo definido e que contam com treinadores que estão literalmente perdidos no comando de suas equipes.
O fato do técnico Didier Deschamps estar há mais tempo no comando da França, obviamente faz com que os franceses sejam os favoritos à vitória, mesmo tendo em mente que os Les Bleus apresentaram um futebol inconsistente na primeira fase da Copa do Mundo. Além disso, o conjunto europeu tem um setor defensivo mais ajustado em relação ao sul-americano, tanto é, que a França sofreu apenas um gol no torneio contra cinco da Argentina.
Do outro lado, cabe aos argentinos depositarem todas as suas esperanças no talento de Lionel Messi, principal astro do time, e no poder de superação de seus jogadores, visto que dentro das quatro linhas, a Albiceleste é extremamente bagunçada, sem padrão tático algum, tudo reflexo do péssimo trabalho de Jorge Sampaoli e do ineficaz planejamento da AFA (Associação de Futebol da Argentina).
Levando em consideração todos estes aspectos, acredito que a França sairá da Arena Kazan classificada às quartas de final da Copa.
Palpite: França 1 x 0 Argentina.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixar um comentário

Menu