O “velho novo” camisa 11 do Milan

No auge de seus 38 anos de idade, o atacante Zlatan Ibrahimovic estendeu o seu vínculo contratual junto ao Milan até junho de 2021. Assim, os torcedores milanistas terão a grata oportunidade de acompanhar o “velho novo” camisa 11 em ação por mais uma temporada no San Siro.

Até o final da década passada, seria considerado um desastre para o Milan encerrar uma temporada ocupando a sexta posição na tabela do Campeonato Italiano, afinal, estamos nos referindo a um dos clubes mais gloriosos do mundo, detentor de sete canecos da Champions League e de 18 scudettos do Calcio. Em contrapartida, os deploráveis últimos anos de Silvio Berlusconi na presidência milanista, deixaram os rossoneros em uma situação pra lá de crítica, portanto, fica claro porque eles não dão a volta olímpica desde a conquista da Supercopa da Itália em 2016.

Vale ressaltar, que a insistência da diretoria em apostar no trabalho de treinadores inexperientes para comandar a equipe fora das quatro linhas também contribuiu para a queda do conjunto rubro-negro, até porque estava na cara que Clarence Seedorf, Filippo Inzaghi, Sinisa Mihajlovic, Vincenzo Montella, Gennaro Gattuso e Marco Giampaolo não tinham a bagagem necessária para assumir um time da grandeza do Milan. Consequentemente, os Diavolos, que até outrora disputavam títulos, passaram a brigar por uma vaga na Europa League sem obter sucesso em algumas das vezes.

Diante de todo este cenário, a temporada 2019/20 acabou sendo boa para o Milan, que sob a batuta do experiente Stefano Pioli, terminou o Campeonato Italiano na sexta colocação, garantindo assim, uma vaga na fase pré-eliminatória da Europa League. Aliás, é importante salientar que a demissão do antecessor de Pioli, Marco Giampaolo, ainda na 7ª rodada do Calcio, foi fundamental para a recuperação da equipe no decorrer da competição.

No entanto, não restam dúvidas de que o maior responsável pela ascensão milanista foi o craque Zlatan Ibrahimovic. Após passar duas temporadas defendendo as cores do Los Angeles Galaxy, o atacante sueco descartou uma série de propostas para retornar ao San Siro e ajudar o Milan a retomar o caminho das vitórias. Dito e feito, desde que Ibra desembarcou em solo italiano no início do ano, ele já balançou as redes onze vezes e deu cinco assistências, em 20 jogos disputados.

Contudo, a continuidade de Zlatan Ibrahimovic no San Siro estava com os dias contados, já que ele havia assinado um acordo válido somente por seis meses junto ao Milan, pois provavelmente ele tinha a intenção de pendurar as chuteiras após o término deste vínculo. Mas para a alegria de todos os torcedores rossoneros, ontem o clube italiano anunciou através de suas redes sociais, que o “Deus Zlatan” seguirá pelo menos mais uma temporada na equipe. A propósito, Ibra vestirá a camisa 11 a partir de agora, ou seja, o mesmo número utilizado em sua primeira passagem no time.

Quero agradecer o treinador e o clube pela confiança que me deram. Fizeram de tudo para me manter no Milan. Nos últimos seis meses, mostrei que a idade não importa. Sempre me senti parte do Milan, mesmo quando joguei em outros times. Eles sempre me trataram bem, desde o primeiro dia. Quando cheguei ao Milan pela primeira vez, eu sorri, o que eu nunca havia feito antes na minha carreira. Aqui eu me sinto em casa”, disse Ibrahimovic à televisão do Milan.

Apesar da idade avançada, Ibrahimovic segue dando conta do recado dentro de campo, logo, a sua permanência significa que o Milan poderá alçar vôos mais altos na próxima temporada. Brigar pelo scudetto do Calcio ainda é algo fora de cogitação, tendo em vista as fortíssimas Juventus e Internazionale. Entretanto, os pupilos de Stefano Pioli terão totais condições de regressar à Champions League, seja através do Campeonato Italiano ou da Europa League, o que já seria um grande feito para um time que não disputa o maior torneio de clubes do Velho Continente desde 2014.

Deixar um comentário

Menu