Inter de Milão, campeã italiana 2020/21

Foram longos onze anos de espera, para que enfim a torcida da Inter de Milão voltasse a soltar o grito de campeão na Itália. E além de faturar o scudetto do Calcio na temporada 2020/21, os nerazzurris, de quebra, acabaram com a hegemonia da Juventus no futebol italiano.

A soberania da Juventus chegou ao fim na Velha Bota, e de maneira curiosa, ela foi encerrada pelo mesmo personagem que a iniciou em 2012, o polêmico Antonio Conte. Pois é, por ironia do destino, o atual comandante da Inter de Milão era o técnico da Juve quando a equipe de Turim venceu o primeiro da série de nove scudettos seguidos do Calcio. Aliás, é importante salientar que Conte faturou o tricampeonato italiano à frente dos bianconeros (2012, 2013 e 2014), o que significa que o treinador de 51 anos de idade detém quatro canecos nacionais na carreira.

Contudo, vale ressaltar que a caminhada da Internazionale, de Antonio Conte, rumo ao título italiano não foi nada fácil. A propósito, o início irregular dos nerazzurris na temporada, dava indícios de que eles não conquistariam o scudetto, tanto é, que a demissão de Conte até chegou a ser discutida depois da eliminação da Inter na Champions League, tendo em vista que a equipe caiu precocemente na fase de grupos do torneio continental sem nem ao menos ter garantido uma vaga na Europa League por ter ficado na lanterninha de sua chave.

Mas no final das contas, a verdade é que a queda na Champions League acabou fazendo bem aos comandados de Antonio Conte, já que a partir de então, eles puderam centrar todas as suas atenções na disputa do Calcio, diferentemente de Juventus e Milan, seus concorrentes diretos na briga pelo título italiano. Assim, sem sofrer com o desgaste causado por longas viagens internacionais, e tendo a possibilidade de treinar durante as semanas, o scudetto da Inter começou a ser “esculpido”.

Com a melhora do time em todos os seus setores, os resultados positivos começaram a vir naturalmente, tal como o bom futebol dos jogadores. Para se ter uma ideia, juntos os atacantes Lautaro Martínez e Romelu Lukaku, balançaram as redes o montante de 44 vezes ao longo da temporada, tendo em vista que o argentino marcou 17 gols contra 27 do belga. Isso explica proque a dupla La-Lu tornou-se uma das maiores sensações no mundo da bola.

Além da dupla La-Lu, outros atletas se destacaram ao longo da campanha triunfal da Inter. A começar pelo lateral-direito Achraf Hakimi, que depois de passagens apagadas por Real Madrid e Borussia Dortmund, deu a volta por cima sob a batuta de Antonio Conte. Ademais, Stefano Sensi foi outra peça fundamental da equipe, juntamente com os novatos Alessandro Bastoni e Nicolò Barella. Por fim, o dinamarquês Christian Erikssen enfim reencontrou o bom futebol dos tempos de Tottenham em sua segunda temporada no time de Milão.

Deste modo, fica evidente porque a Internazionale faturou o título italiano com QUATRO rodadas de antecedência. Em 34 jogos disputados, os nerazzurris colecionam 25 vitórias, 7 empates e duas derrotas, registrando uma média de 2,41 pontos por partida, e 80,4% de aproveitamento através desta excelente performance. Vale ressaltar ainda, que eles são donos da melhor defesa da competição com míseros 29 gols sofridos (0,85 por jogo), ao passo que o ataque é o segundo melhor do campeonato em função dos 74 tentos marcados (2,17 por jogo).

Obviamente, os bianconeros não ficaram satisfeitos com a perda do scudetto nesta temporada, afinal, o sonho do inédito deca nacional da Juventus foi interrompido. No entanto, a conquista da Inter de Milão acaba com a monopolização no futebol italiano, que passou quase uma década tendo somente um time campeão, algo que com certeza contribui tanto para o desinteresse do público em relação ao campeonato, quanto para a queda do nível técnico das equipes no país. Então, que seja o início de uma nova era no Calcio!

Deixar um comentário

Menu