Campeões holandeses seguem colhendo os frutos do ótimo trabalho de Erik ten Hag

A goleada do Ajax sobre o Emmen por 4 a 0 na Johan Cruijff Arena, garantiu o título da Eredivisie 2020/21 ao time de Amsterdam com três rodadas de antecedência, o que demonstra a superioridade dos Godenzonens no futebol holandês.

A história se repetiu pela 35ª vez na história do futebol dos Países Baixos, tendo em vista que o Ajax faturou o título da Eredivisie após o épico triunfo frente o Emmes por 4 a 0 na Johan Cruijff Arena. Com mais esta vitória, os Godenzonens chegaram aos 79 pontos na tabela do campeonato, isto é, 14 a mais em relação ao vice-colocado, PSV Eindhoven, que contabiliza 65. E como restam somente três rodadas para o término da competição, os comandados de Erik ten Hag voltaram a dar a volta olímpica depois de dois anos no certame holandês.

A propósito, este título do Ajax compensa a não conquista da Eredivisie na temporada passada, lembrando que naquela oportunidade, o torneio não teve um campeão em virtude da pandemia do novo coronavírus. E os números mostram que os campeões sobraram em relação aos demais oponentes, tanto é, que eles são donos tanto do melhor ataque (93 gols marcados) quanto da melhor defesa do campeonato (21 gols sofridos). Por fim, os 84,9% de aproveitamento da equipe de Amsterdam no campeonato, retratam porque os Godenzonens ergueram o caneco de forma antecipada.

Em contrapartida, a caminhada do Ajax rumo à glória não foi tão fácil como parece, já que os Godenzonens acumularam alguns tropeços no início da temporada, permitindo com que PSV Eindhoven, Feyenoord, AZ Alkmaar, e até mesmo o Vitesse, terminassem o primeiro turno da Eredivisie brigando diretamente pelo título, algo raro em se tratando de futebol holandês, aonde a luta fica quase sempre restrita a dois times – Ajax e PSV.

Contudo, os campeões holandeses engrenaram pra valer na Eredivisie depois da derrota diante do Twente por 2 a 1 em plena Johan Cruijff Arena, pela 11ª rodada da competição, realizada no dia 05 de dezembro do ano passado. De lá para cá, eles não perderam mais, colecionando o total de 15 vitórias e quatro empates em 19 jogos disputados neste período, o que significa que o Ajax mantém-se invicto no campeonato em 2021.

Assim, o Ajax, de Erik ten Hag, confirma a dobradinha nos Países Baixos, sendo a segunda do treinador de 51 anos no comando do time da capital, visto que ele já havia conquistado o Campeonato e a Copa na temporada 2018/19. Por sinal, o excelente trabalho do técnico holandês merece destaque, em especial devido ao ótimo futebol praticado pela equipe desde a sua chegada ao clube. Aliás, é importante salientar que mesmo com a saída de jogadores a cada ano, os Godenzonens são capazes de se refazer, obviamente por méritos de Ten Hag.

Na época da eliminação do Ajax nas semifinais da Champions League 2018/19, muitos acreditavam que o time holandês jamais seria o mesmo em função do desmanche sofrido no final daquela temporada. Para se ter uma ideia, Matthijs de Ligt e Frenkie de Jong, duas peças fundamentais no esquema de Erik ten Hag, deixaram a equipe naquela ocasião. Já no ano seguinte, foram as vezes do meia Donny van de Beek e do atacante Hakim Ziyech, acertarem as suas transferências para Manchester United e Chelsea, respectivamente.

Mas apesar dessas perdas, os Godenzonens rapidamente se reorganizaram com a vinda de novos reforços, em sua maioria jovens promissores, como é o caso de Antony. Entretanto, vale ressaltar que essa política de contratar atletas novatos e com alto potencial de crescimento só vem dando certo no Ajax porque a filosofia de jogo de Erik ten Hag é muito bem definida na equipe. Todavia, através deste mecanismo, o clube não apenas encontrou o seu lugar no mercado, como também sobreviveu à Lei Bosman, que veio para “destruir” as ligas de menor expressão na década de 90.

Deixar um comentário

Menu