Manchester City x Chelsea

O estádio do Dragão será o palco da partida mais aguardada da temporada 2020/21. Trata-se da grande decisão da Champions League entre Manchester City x Chelsea, que se enfrentarão no próximo sábado (29), a partir das 16:00 (de Brasília).

Manchester City

Passados dez anos de sua última conquista de Champions League, o treinador Pep Guardiola terá novamente a oportunidade de erguer a orelhuda, porém desta vez no comando do Manchester City. Pois é, e em virtude deste longo jejum no torneio continental, o técnico catalão vem sendo cada vez mais cobrado, embora neste período ele tenha compensado tudo em campeonatos de âmbito nacional, tendo em vista que desde 2011 até aqui, Guardiola faturou quatro taças da Copa da Liga Inglesa, três da Bundesliga, três da Premier League, dois da Copa da Alemanha e um da Copa da Inglaterra, lembrando que na atual temporada, os Citizens já venceram tanto o título inglês quanto o da Copa da Liga.
A propósito, é importante salientar que a caminhada dos campeões ingleses rumo à final da Champions League não foi nada fácil, visto que os comandados de Pep Guardiola tiveram de superar Borussia Monchengladbach, Borussia Dortmund, além do badalado PSG, respectivamente, nas fases anteriores da competição.

Lutamos juntos e estamos na final da Champions League e essas são palavras bonitas. As pessoas acreditam que é fácil chegar à final da Champions League. Chegar à final agora dá sentido ao que temos feito nos últimos quatro ou cinco anos. Todos os dias esses caras têm sido consistentes e isso é notável. ” disse Pep Guardiola.

Chelsea

Podemos dividir a temporada do Chelsea em duas partes, sendo a primeira delas como a fase pré-Thomas Tuchel e a segunda como pós-Thomas Tuchel, afinal, os Blues só encontraram o bom futebol depois da chegada do treinador alemão ao Stamford Bridge. Aliás, o excelente trabalho realizado pelo ex-técnico do PSG foi preponderante para que o conjunto londrino terminasse a Premier League na quarta posição da tabela, e chegasse à decisão da Champions League, algo realmente inimaginável quando o time era dirigido por Frank Lampard. Ademais, o revés pelo placar mínimo diante do Leicester em Wembley, impediu que os pupilos de Thomas Tuchel erguessem o caneco da Copa da Inglaterra na semana retrasada.
Por fim, vale ressaltar que o Chelsea também não teve vida fácil para garantir a sua vaga na finalíssima da Champions League 2020/21, tanto é, que os Blues despacharam nada menos do que o poderosíssimo Real Madrid nas semifinais do torneio, isso sem contar que anteriormente eles já haviam eliminado o Atlético de Madrid, nas oitavas, e o Porto, nas quartas-de-final.

Quando criança, você sonha com essas partidas e é como ver a lua – é tão, tão longe. Uma vez que você está nela, você está dentro dela. Não hesito em dizem que o Manchester City e o Bayern têm sido a referência na Europa nesta temporada e na temporada passada. Estamos tentando diminuir a diferença e o bom é que, no futebol, você pode eliminar as lacunas em 90 minutos. ” disse Thomas Tuchel

Dados Estatísticos

O registro histórico do confronto aponta que Manchester City e Chelsea se enfrentaram o montante de 168 vezes ao longo da trajetória, e a vantagem é do Chelsea, que coleciona 70 vitórias mediante 58 triunfos do Manchester City, ao passo que o empate prevaleceu em outras 40 oportunidades.
Curiosamente, esta será a oitava final de Champions League envolvendo clubes de um mesmo país, sendo a terceira entre equipes inglesas, depois de Manchester United x Chelsea em 2008, e Liverpool x Tottenham em 2019.
O Chelsea corre em busca do bicampeonato da Champions League, uma vez que os Blues já venceram a competição em 2012, quando eles bateram o Bayern Munique na decisão. Por outro lado, o Manchester City não disputa uma final europeia desde 1970, ano em que os Citizens foram finalistas da extinta Copa dos Campeões das Copas.
No caso de uma vitória do Manchester City, Pep Guardiola se juntará aos técnicos Carlo Ancelotti e Zinedine Zidane como os maiores vencedores da Champions League, com três títulos no currículo.

Escalações

Manchester City (4-3-3): Ederson; Walker, Rúben Dias, Stones e Zinchenko; Fernandinho, Gundogan e Bernardo Silva; Mahrez, De Bruyne e Foden. Técnico: Pep Guardiola.

Chelsea (3-4-2-1): Mendy; Azpilicueta, Thiago Silva e Rudiger; Reece James, Kovacic, Kanté e Ben Chilwell; Mason Mount e Timo Werner; Kai Havertz. Técnico: Thomas Tuchel.

Previsão

A Europa será pintada de azul na tarde do próximo sábado, só nos resta saber se o tom será claro ou escuro. De acordo com o atual momento, apontamos o Manchester City como principal favorito à vitória, afinal, os Citizens vêm de uma fantástica temporada, que culminou com a conquista do título inglês. E por mais que os Blues tenham levado a melhor no duelo mais recente entre as duas equipes, é válido recordar que naquela ocasião o City já não brigava por nada na temporada, ou seja, o time apenas cumpria tabela na Premier League.
Por fim, podemos esperar uma partida pra lá de intensa no estádio do Dragão, especialmente porque Pep Guardiola espera quebrar o longo jejum de dez anos sem erguer a orelhuda, à medida que Thomas Tuchel, o primeiro treinador a chegar em duas decisões seguidas da Champions League comandando clubes diferentes, está sedento para vingar o vice-campeonato da temporada passada.
Palpite: Manchester City 2 x 0 Chelsea



Deixar um comentário

Menu