Campeonato Argentino

7 Posts Back Home

As últimas cartadas de Verón

Ao passo que alguns clubes já vivem uma triste situação financeira em virtude da paralisação do futebol por um período indeterminado, o Estudiantes, tradicional equipe argentina da cidade de La Plata, sonha com a chegada de reforços de peso no segundo semestre do ano. Como não poderia deixar de ser, a pandemia de coronavírus vem causando, e causará, ainda mais estragos na economia mundial, sobretudo porque a expectativa é que as coisas voltem a normalidade somente daqui alguns meses. Por esta razão a maioria dos clubes brasileiros e estrangeiros já estão sentindo na pele a dificuldade de honrar todos os seus compromissos, especialmente para pagar os astronômicos salários dos atletas. O Grêmio, por exemplo, projeta uma queda de R$ 20 a R$ 25 milhões em suas receitas nos próximos noventa dias, o que provavelmente levará o Tricolor Gaúcho a encerrar o ano no vermelho. Em contrapartida, o Estudiantes parece não estar preocupado com o impacto da crise econômica, isso…

De volta à Bombonera

Os torcedores xeneizes estão sedentos pelo início da temporada de 2020, afinal, a série de mudanças pelas quais passou a direção do Boca Juniors, prometem levar o time seis vezes campeão da Copa Libertadores novamente ao caminho dos títulos. Sem erguer nenhum caneco no ano passado, o Boca Juniors viveu uma temporada tenebrosa em 2019, sobretudo porque o conjunto azul e ouro foi mais uma vez eliminado da Copa Libertadores pelo seu maior rival, River Plate, porém nesta ocasião, na fase semifinal do torneio. Aliás, foi exatamente este revés que determinou a saída do treinador Gustavo Alfaro, da Bombonera. Nem mesmo a boa campanha da equipe na Superliga da Argentina foi capaz de livrar a cabeça de Alfaro da degola, lembrando que os xeneizes ocupam a vice-posição na tabela do campeonato com 29 pontos, um a menos que o surpreendente líder, Argentinos Juniors. Após sondar alguns medalhões, dentre eles Luiz Felipe Scolari, o nome escolhido pela diretoria do Boca…

Portas abertas para Heinze

Como não poderia deixar de ser, a eliminação do Boca Juniors frente o River Plate nas semifinais da Copa Libertadores de 2019, acabou gerando um imensa crise pelos lados da Bombonera, tanto é, que até mesmo o treinador Gustavo Alfaro já jogou a toalha. Perder clássicos é uma das piores coisas que podem acontecer na vida de um clube de futebol, tendo por vezes, o mesmo peso de sofrer uma goleada ou até passar por um rebaixamento, obviamente, dependendo das circunstâncias desta derrota. Foi exatamente isso que aconteceu com o Boca Juniors, que após a queda diante do River Plate pelas semifinais da Copa Libertadores de 2019, entrou em um verdadeiro colapso, lembrando que os pupilos de Gustavo Alfaro acabaram sendo eliminados do torneio depois de perderem o jogo de ida no Monumental de Núñez por 2 a 0, e vencerem o jogo de volta na Bombonera pelo placar mínimo. No entanto, era…

De volta pra casa, de volta a Boedo!

Foram longos 40 anos de uma dura e intensa batalha, para que enfim, o San Lorenzo tivesse a oportunidade de voltar pra sua casa, isto é, regressar a Boedo. Uma notícia que foi mais comemorada do que uma conquista de Copa Libertadores pelos torcedores do Ciclón. Fundado no ano de 1908 (111 anos), no bairro de Boedo, zona oeste da capital Buenos Aires, o San Lorenzo viu no final da década de 70, a página mais triste de sua história ser escrita, isso porque o governo militar argentino obrigou o clube a vender o seu estádio, conhecido como Gasómetro, para quitar dívidas e evitar deste modo a sua falência. Na época, o Gasómetro era, certamente, o estádio mais charmoso da Argentina, não à toa, todos o chamavam de “O Wembley argentino”. No entanto, a ditadura pouco se importou com este detalhe, tanto é, que demoliu-o para construir o primeiro hipermercado do país, o…

Racing, campeão argentino 2019

A Argentina amanheceu nas cores azul e branca na manhã desta segunda-feira, afinal, o Racing Club sagrou-se campeão argentino na temporada 2018/19. Cinco anos após a sua última conquista, a Academia voltou a dar a volta olímpica pelo campeonato nacional. Foram necessárias 24 rodadas, a penúltima da Superliga, para que os torcedores do Racing enfim voltassem a soltar o grito de campeão argentino. Isso porque com o empate diante do Tigre por 1 a 1 em San Fernando, os comandados de Eduardo Coudet chegaram aos 56 pontos ganhos na ponta da tabela do campeonato, não podendo mais ser alcançados pelo vice-colocado, Defensa y Justicia, que soma 52 pontos. Desta maneira, o time de Avellaneda garantiu uma vaga direta na fase de grupos da Copa Libertadores 2020. Colecionando o total de 17 vitórias, 5 empates e apenas duas derrotas na Superliga, a Academia registra 77,8% de aproveitamento através desta excelente campanha. Com o montante de…

Raio-X do Talleres

O sorteio referente aos confrontos da fase pré-eliminatória da Copa Libertadores não foi nada favorável ao São Paulo, afinal, o Tricolor do Morumbi terá pela frente o indigesto Talleres. Por este motivo, o SoccerBlog realizou uma pequena análise do rival do Tricolor do Morumbi no torneio continental, não deixe de conferir! Quem é o Talleres? Club Atlético Talleres, tradicional clube argentino situado na cidade de Córdoba, fundado no ano de 1913 (105 anos), e que tem o estádio Francisco Cabasés, popularmente chamado de “La Boutique”, com capacidade para 18 mil torcedores, como a sua casa. O maior título conquistado até hoje pela equipe cordobesa foi a Copa Conmebol de 1999. Na ocasião, ela derrotou o CSA por 3 a 0 na decisão do torneio, naquela que foi a última edição da extinta competição sul-americana. De resto, o El Matador ergueu somente duas taças da Primeira B Nacional (segunda divisão argentina). Curiosamente, um dos maiores ídolos da história…

Novo comandante na Bambonera

Como já era esperado, o revés do Boca Juniors diante do eterno rival, River Plate, na decisão da Copa Libertadores de 2018, custou caro ao treinador Guillermo Barros Schelotto, que embora tenha uma enorme identificação com os torcedores xeneizes, foi oficialmente demitido poucos dias após a fatídica derrota do conjunto de La Boca no estádio Santiago Bernabéu. A trajetória de Guillermo Barros Schelotto no comando do Boca Juniors durou apenas dois anos, isso porque o novato treinador de 43 anos de idade foi demitido pela diretoria na semana passada. Embora o Boca da era Schelotto tenha conquistado o título do campeonato argentino duas vezes seguidas, o fraco desempenho da equipe em copas, além do pífio retrospecto do time nos confrontos diretos contra o River Plate, foram determinantes para a saída de Mellizo da Bambonera. Os Estados Unidos certamente será o destino do treinador argentino, visto que o Los Angeles Galaxy, franquia pela qual atua o craque sueco Zlatan…

Menu